publicidade
01/08/2023 08:01

Bernardo Gentil volta da Itália com ótimo saldo de aprendizado e volta mais rápida em sua estreia no Europeu

Piloto fez imersão de 30 dias na sede da fabricante italiana de chassis CRG

Autor: KG COM Assessoria de Comunicação


Foto: Davide Pastanella

Bernardo Gentil (454) e Gabriel Koenigkan (246) na pista de Cremona


O último mês foi intenso para o jovem piloto Bernardo Gentil. Ao longo de todo o mês de julho o atual vice-campeão brasileiro e vice-campeão da Copa São Paulo Light na categoria Júnior Menor viveu novas experiências e grande aprendizado no kartismo europeu, mais exatamente na Itália, o principal centro deste esporte no mundo.

Piloto oficial da CRG no Brasil, Gentil fez um estágio de um mês na fabricante de chassis italiana, em Lonato, onde pôde aprender sobre a fabricação, mecânica e os mais variados acertos do equipamento. Além disso, o piloto brasileiro treinou e teve a oportunidade de disputar pela primeira vez em sua carreira uma etapa do Campeonato Europeu de Kart, evento diretamente supervisionado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

O principal objetivo de Bernardo Gentil era aprender, treinar e ganhar experiência para a próxima temporada, quando voltará à Itália e competirá na mesma categoria em que estreou no Campeonato Europeu, a OK Júnior.

“Fui para a ‘fogueira’ na pista, sem nunca ter andado na OK Júnior, nem na pista de Cremona, uma das mais difíceis da Europa, nem com o pneu Vega, o oficial da categoria”, contou Bernardo Gentil.

No Cremona Circuit Bernardo Gentil competiu em um grid composto por 99 pilotos de todas as partes do mundo, fez ótimos treinos e largou entre 15º ou 16º em todas as provas classificatórias. E, mesmo mostrando-se bastante competitivo, uma série de adversidades prejudicou sua ida à Final.

Característica do kartismo europeu, a alta agressividade na ‘tocada’ dos pilotos, aliada à natural falta de experiência de Bernardo Gentil, contribuíram para que o brasileiro terminasse apenas duas das cinco corridas classificatórias. Assim, o piloto da CRG Brasil não conseguiu chegar à Final, composta por apenas 36 competidores.

Ainda assim o saldo de sua primeira participação no Europeu foi bastante positiva. Bernardo Gentil fez excelentes largadas exatamente no meio do pelotão de 32 pilotos em cada classificatória, em todas as provas chegou a estar posicionado entre os 10 primeiros colocados e na última delas foi o autor da volta mais rápida.

“É o nosso esporte, que nos dá alegrias e frustrações a cada corrida. Posso dizer com toda a certeza que aprendi muito”, avalia Bernardo Gentil. “Os acidentes foram consequência da característica das corridas aqui na Europa. Com um grid enorme de ótimos pilotos e com corridas curtas, de 10 a 13 voltas, você tem que se posicionar bem desde o início e brigar a cada curva”, explica.

As experiências vividas por Bernardo Gentil – dentro e fora da pista – serão inesquecíveis. “Levo para casa um excelente mês de aprendizado em que também me diverti muito”, resume. “Tive a enorme sorte de ter uma grande equipe me apoiando e ter ao meu lado, me dando apoio e me treinando, meus parceiros de CRG, o vice-campeão europeu Gabriel Gomez e também o Gabriel Koenigkan, meu amigo desde a categoria Mirim. No próximo ano estarei aqui novamente, com outra experiência, quando espero brigar pela ponta nas corridas”, finalizou.

  • Não há comentários cadastrados até o momento!