Twitter YouTube Facebook
/ Publicidade

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

SELETIVA DE KART PETROBRAS 2014 - ACOMPANHE AQUI

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2010 - 16h48

Especial: Kartistas pedem duas fases do brasileiro no mesmo local e se opõem à Volta Redonda

Fonte: Portal Kart Gaúcho (www.kartgaucho.com.br) - Erno Drehmer e José Barone

Em meio a indefinição que o kartismo nacional vive hoje no que diz respeito ao Campeonato Brasileiro de 2010, algo parece estar bem definido. Existe entre os kartistas uma forte idéia de que o Kartódromo de Volta Redonda não oferece as condições necessárias para receber um Brasileiro.

Muitas pessoas contataram com o Kart Gaúcho nas duas ultimas semanas, para oferecer sua opinião a respeito da pista de Volta Redonda. E, no mesmo embalo, pedindo que as duas fases do Brasileiro 2010 sejam disputadas na mesma pista.

Atendendo a estes pedidos, buscamos saber mais de perto a opinião de quem faz o kartismo e ouvimos preparadores e pilotos. E existe uma unanimidade entre eles: Volta Redonda poderá ser em 2010 o que Goiânia foi em 2009. Para dar o necessário tom de isenção, ouvimos também um dirigente, Binho Carcasci, promotor da Seletiva Petrobras, condição na qual ele foi ouvido. Além disso, buscamos informações sobre o andamento das obras do Kartódromo Sapiens Park, que receberá a outra fase do Campeonato Brasileiro.

E, com isto constatado – e mais adiante fundamentado – outra constatação surge quando se faz a leitura de posições ouvidas e comentários postados no Kart Gaúcho: porque não fazer as duas fases do Brasileiro no mesmo lugar? Sabemos que o kartismo carioca não admitirá perder uma fase do Brasileiro, o que é perfeitamente compreensível. E sabemos também que duas fases do Brasileiro contentam sempre duas federações a cada ano. Unificar seria contentar apenas uma e isso faz parte da política.

Bem, vamos lá então. Conversamos com diversos preparadores, pilotos e pais de pilotos e nenhum deles defendeu a realização de uma das fases em Volta Redonda. A razão?

Segundo a opinião de todos – a maioria deles esteve em Volta Redonda – a pista carioca não reúne condições para receber um Brasileiro.

Cláudio Dantas, o Sabiá, esteve lá na final da Seletiva Petrobras. “Tivemos problemas com a rede hoteleira, eram poucos hotéis. Volta Redonda precisa de um apoio maior da prefeitura para ter mais espaço para as equipes, estacionamento, parque fechado, etc.”, opina o experiente preparador. “Se levarmos as duas fases para Florianópolis, lá teremos hotéis e passagens de avião mais baratas, porque será no inverno, época de baixa temporada, e a estrutura seguramente será melhor que em Volta Redonda”, completa Sabiá, salientando não ter nada contra a cidade de Volta Redonda.

“Acho que todas as cidades têm o direito de querer receber um Brasileiro. Porém, a unificação é melhor para as equipes em termos de custos financeiros. Economiza-se em viagem, pois será uma só”, constata Sabiá.

Luis Sérgio Santos, o Zé Bolão, é mais incisivo nas críticas à Volta Redonda. “O kartódromo não tem condições. Estive lá na final da Seletiva. Não tem espaço para caminhões, carros, são poucos boxes, em torno de 10 atualmente, os karts arrancam o asfalto, que se esfarela, e a pista é estreita”, garante. “Chega de pistas como Goiânia”, completa.

O preparador, dono da Quake2, aposta, por isso mesmo, que fazer as duas fases na mesma pista é a decisão mais acertada. “Ajuda nos custos, faremos uma viagem só e podemos fazer um ‘pacotão’ no hotel, por termos mais gente a hospedar e por um período maior”, exemplifica.

Marcelo Azevedo, da By Chico, foi outro preparador que ouvimos agora pela manhã e sua opinião é a mesma de seus colegas. Ele não esteve em Volta Redonda ainda, mas “eu soube por pilotos e colegas preparadores que a pista é ruim e tem problemas de asfalto. Sou contra correr o Brasileiro lá, tem pouca estrutura e o custo dos hotéis é muito alto”, declara.

A solução apontada por Marcelo Azevedo é a mesma: unificar as duas fases. “Seria ótimo, porque melhoraria os custos das equipes, que poderiam repassar um pouco disso a seus pilotos”, aponta. “E ajudaria também ao termos pilotos experientes competindo no mesmo ambiente de pilotos menos experientes. Eles poderiam trocar experiências, o que ajudaria nos crescimento dos menos experientes”, emenda o preparador, que cita mais uma boa razão para unificar as duas fases. “Quando a equipe for treinar, de forma antecipada, todos os pilotos irão juntos e isto será uma enorme redução de custos. Não será necessário viajarmos para duas pistas diferentes para treinar”.

Ouvimos também o preparador Maurão, da Mauro Competições, que foi enfático. “Nós não merecemos mais ter que correr em pistas sem condições. Acho que o Brasileiro tem que ter suas duas fases juntas todos os anos e não só em 2010 ou em 2004, quando as duas correram em Aldeia da Serra”, diz Maurão. “A pista de Volta Redonda se esfarela e aí, com sol de 40º, teremos que acertar os karts para chuva e correr no seco”, completa.

Maurão quer que os Brasileiros sejam disputados em pistas como o Velopark, Aldeia da Serra, Itumbiara. “Volta Redonda não tem hotel, tem pouco box, ou seja, a estrutura não é adequada para o nível do kartismo brasileiro de hoje”, diz.

E redução de custos é o principal motivo para Maurão definir como uma idéia espetacular realizar as duas fases do Brasileiro em uma única pista. “Os custos se reduzem muito e é desta forma, unificando as duas fases anualmente, que o kartismo brasileiro ficará maior”, aposta. “Todos nós, equipes, pais, pilotos, faremos apenas uma viagem e não precisamos ficar nos ‘matando’ nas estradas”, diz Maurão.

Para não ficar apenas com a opinião de equipes paulistas, conversamos com Samuel Mittag, da Mittag Competições, equipe sediada em Farroupilha e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.  “A Mittag apóia totalmente uma unificação das duas fases. É mais barato para as equipes, tanto para correr como para treinar. É claro, desde que o kartódromo que receber as duas fases tenha a estrutura necessária. Não pretendo viver uma situação como a de Goiânia novamente”, garante Samuel, que, além de preparador de motores, é campeão brasileiro da Sênior B, título conquistado em 2008.

Samuel não se manifestou sobre nenhuma das duas pistas que receberão o Brasileiro em 2010, Arena Sapiens e Volta Redonda. “Não conheço nenhuma delas pessoalmente, mas creio que Florianópolis seja mais atraente para os pilotos e suas famílias”, avalia.

Não ouvimos apenas preparadores e buscamos também a opinião de pilotos. Conversando com o multi-campeão Sérgio Jimenez, descobrimos que o paulista também acha interessante unificar as duas fases. “Economicamente é muito mais viável para equipes, pais e pilotos. Sou totalmente a favor de fazer as duas fases na mesma pista. Em 2004 foi muito bom justamente por causa disso”, declara Jimenez, lembrando de 2004, quando as duas fases foram disputadas em Aldeia da Serra (SP).

Marco Aurélio Souza, pai do piloto tocantinense Marco Túlio, acha muito boa a unificação. “Seria muito bom, porque os meninos verão os graduados competindo e poderiam aprender muito com eles”, diz. “E é interessante também com relação aos custos, porque várias equipes têm pilotos que correm nas duas fases. Assim eles estariam todos juntos em uma e isso baixaria os custos sim. Dividiria a despesa entre todos os pilotos, seria bem mais vantajoso”, avalia.

Ouvimos também Binho Carcasci, promotor da Seletiva Petrobras, cuja final de 2009 foi disputada em Volta Redonda em outubro. Carcasci viu – e relatou isto a Cleyton Pinteiro, presidente da CBA – uma pista com potencial para receber um Brasileiro. “Não vi uma pista pronta. O que vi foi uma pista que tem potencial para receber um Brasileiro e que terá que passar por ajustes para isto”, conta Binho.

Segundo Carcasci, realmente houve problemas com o asfalto, mas por sua utilização antecipada. “Era necessário dar mais um tempo a ele e realmente o tempo de volta variava muito da ‘hora quente para a hora fria’. Isto é facilmente corrigível. Porém, nunca mais fui lá e não sei o que mais foi feito”, esclarece.

Binho Carcasci nos disse ainda que a prefeitura municipal sinalizou a intenção de disponibilizar uma área ao lado – campos de futebol – para servir como box e estacionamento. “Isto resolvido, e também o asfalto, penso que podemos ter o Brasileiro lá. Tem tudo lá, salas de comissários, ambulatório, parque fechado, sala de cronometragem, e isto não precisa mexer. Pequenos ajustes foram prometidos”, emenda.

Sobre a questão segurança, sempre primordial no kartismo, Binho Carcasci declarou: “É um kartódromo pequeno, com pouca área de escape. Mas as barreiras de proteção necessárias a uma situação como esta estão lá”, lembra. “Só para lembrar: a final da Seletiva foi fantástica. É claro que o número de participantes era menor, mas o problema do asfalto, por exemplo, não afetou o resultado final”, encerra.

Durante a final da Seletiva Petrobras, que o Kart Gaúcho cobriu in-loco, os problemas relatados anteriormente por Binho Carcasci foram vistos e sentidos por pilotos que disputaram a competição. O paranaense Vitor Teiji, terceiro colocado na final da Seletiva Petrobras 2009, acredita que a pista carioca é perigosa. “O comportamento da pista é muito estranho. A pista no frio e na chuva não tem problema, é normal. O grande problema é quando o asfalto esquenta. Ele se torna problemático”, disse o paranaense. “A pista é muito pequena, principalmente para caber a categoria Cadete lá dentro. Além disso, faltam boxes”, completou.

O sul-matogrossense Vinícius Perdigão, atual campeão da Copa Brasil, que também participou da final da Seletiva Petrobras, concorda que o circuito de Volta Redonda é perigoso. “São muito próximos os dois lados da pista. Tendo em vista que o asfalto é liso, teremos muitos acidentes por lá, principalmente na Cadete, que todos andam lado a lado. Para escapar para o outro lado da pista é rapidinho. É perigoso. Não cabe um Brasileiro por lá”, disse Perdigão.

O asfalto
Durante a Seletiva Petrobras, a redação do Kart Gaúcho procurou se informar sobre a composição do asfalto. Na ocasião, os mantenedores do circuito carioca disseram que tratava-se de um asfalto ecológico, que continha 15 mm de borracha moída sob a manta asfaltica. Além disso, os mantenedores da pista garantiram que o asfalto já estava liberado para competições.

Hotéis
Outro ponto preocupante é a falta de leitos de hotel na cidade carioca. Conhecida como a Capital do Aço, Volta Redonda é cheia de metalúrgicas. Com isso, muitos trabalhadores passam a semana na cidade e voltam para seus municípios de origem nos finais de semana. Durante a Seletiva Petrobras, a redação do Kart Gaúcho se informou sobre o dia a dia dos hotéis da cidade. “Olha, durante a semana é bem cheio. Nos finais de semana ficam vazios, pois os trabalhadores vão embora”, disse a recepcionista de um hotel. Ao sermos abordados por um hóspede, o mesmo nos disse: “Vocês são do kart, não é?! Eu trabalho aqui durante a semana e normalmente não reservo hotel, pois sempre há vagas. Por conta desta corrida, não consegui lugar para dormir aqui. A sorte é que houve uma desistência, ontem, nesse hotel”, disse o hóspede. Vale lembrar que a final da Seletiva Petrobras leva para a cidade 12 pilotos, poucos familiares e uma equipe de apoio reduzida. Em um Campeonato Brasileiro, por exemplo, este número é, no mínimo, 10 vezes maior.

E Florianópolis?
Inaugurada oficialmente no final de 2009, com a realização do Desafio Internacional das Estrelas, a Arena Sapiens Park entrou para a lista dos mais modernos kartódromos do Brasil. Porém, um atraso nas obras fizeram com que apenas a pista ficasse pronta - de forma forçada já que o asfalto ainda não estava totalmente curado - para a realização do Desafio das Estrelas.

Com a falta de tempo, a parte de infra-estrutura fixa (boxes, banheiros, restaurante, salas de apoio) não foi construída. Para o Desafio das Estrelas a estrutura toda foi montada. A redação do Kart Gaúcho esteve no Kartódromo Sapiens Park nesta semana e, apesar de não conseguir entrar dentro do circuito – que encontra-se fechado -, pode-se constatar que nenhuma obra foi executada até o momento. Além disso, visivelmente, a pista parece não receber manutenção periódica desde sua inauguração, tendo em vista a área verde (grama), que está alta.  

Apesar dos problemas de infra-estrutura, o asfalto da Arena Sapiens Park é um dos mais modernos da atualidade. O circuito catarinense também conta com o asfalto ecológico, porém, diferente de Volta Redonda, o composto é preparado com borracha de pneus em sua mistura. Durante o Desafio das Estrelas, os pilotos – os únicos que andaram no circuito até o momento – elogiaram bastante o asfalto.

Porém, sabe-se que para receber um Campeonato Brasileiro, a pista deve ter infra-estrutura suficiente. Com isso, entramos em contato com Victor Andrade, da FAUESC, que nos garantiu que a pista estará em condições de receber a segunda etapa do Sul-Brasileiro, que será realizado em maio. “A previsão é que a pista abra no início de abril para que todos os pilotos realizem seus treinos. É importante falar isso já como um aviso à aqueles que querem se programar para a realização dos treinos. Neste momento, o asfalto ainda está curando. As obras de infra-estrutura serão iniciadas após o feriado do Carnaval”, disse Victor Andrade, da FAUESC, que negou qualquer possibilidade do Sul-Brasileiro ou Brasileiro serem realizados no Kartódromo dos Ingleses, também em Florianópolis. “A previsão é que toda a infra-estrutura esteja pronta já para o Sul-Brasileiro. Caso isso não aconteça, iremos alugar a estrutura que faltar. Não há a possibilidade das provas irem para os Ingleses. Será tudo na pista nova”, completou.

Nota: Após a trágica experiência que os kartistas, jornalistas e familiares passaram no Campeonato Brasileiro de Goiânia, em 2009, a redação do Kart Gaúcho se comprometeu em fiscalizar, dentro da ética jornalística, as praças que recebem as principais competições do kart brasileiro. Portanto, gostaríamos de deixar claro que continuaremos fiscalizando o andamento das obras do Kartódromo Sapiens Park, em Florianópolis. Além disso, ressaltamos que o Kart Gaúcho utiliza-se do exercício do jornalismo para preparar matérias especiais em benefício ao esporte e não contrários às cidades e clubes envolvidos. Portanto, desde já, avisamos, que onde quer que sejam as duas fases do Campeonato Brasileiro 2010, estaremos lá, realizando a cobertura das principais emoções desta importante competição nacional. Esperamos que estes problemas sejam solucionados o quanto antes e que possamos ver boas e emocionantes disputas dentro das pistas!

Comentários sobre a notícia
* Lembramos que o Kart Motor não se responsabiliza por textos ou opiniões escritas pelos internautas, ficando isto sob total responsabilidade daqueles que postarem estes textos ou opiniões.

  • 04/02/2010 17:22:37 por Joe Bacca ( joebacca@turbo2mail.com )

    Fica mais barato para as equipes irem para um so destino. Nos temos boas pistas suficientes para fazer os Brasileiros sem ter que ir para lugares sem estrutura, simples por que querem fazer os pilotos sofrerem mais?

  • 04/02/2010 17:55:03 por Jairo Duzanowski ( jairo@mape.ind.br )

    Devemos apagar o que foi o ano passado. Acho que nosso pilotos devem ser compensados este ano com um ótimo Brasileiro. Apoio a idéia de fazer as duas competições em Floripa. Espero que a política esta vez penda para o que a maioria quer.

  • 04/02/2010 18:33:43 por GEOVANE GONÇALVES ( geovane@dm.com.br )

    BOM,ACHAMOS QUE O ATUAL MOMENTO É DELICADO.FORÇAR A BARRA VAI DAR EM VEXAME.PISTA SEM POSSIBILIDADE DE TREINOS A TEMPO,PODE ESVAZIAR O SUL-BRASILEIRO.SE CONFIRMADA A FAZE I DO BRASILEIRO PARA O ESTADO DO RIO DE JANEIRO ,ACABARA O INTERESSE PELO SUL-BRASILEIRO E A IMPOSSIBILIDADE DE TREINOS FARÁ COM QUE O IMPORTANTE CAMPEONATO SEJA ESVAZIADO E FRACASSADO.COM A PALAVRA AS FEDERAÇÔES DO SUL-BRASILEIRO E FAUSC.

  • 04/02/2010 20:07:15 por Flávio Quick ( Quick@quickcomunicacao.com.br )

    Erno e Barone,Parabens pelo trabalho jornalistico serio e sem sensacionalismos ou fofocas.E disso que nosso Kart precisa!

  • 04/02/2010 22:19:26 por João Gohr ( joaogohr@ig.com.br )

    Realmente seria bem melhor a todos um só Brasileiro, e vamos aqui torcer para ser em FLORIPA, terra do desafio das estrelas, pista moderna e com amplo estacionamento, otima rede hoteleira e tudo que o Kartista precisa.

  • 04/02/2010 23:09:39 por Glauber Senna ( gzsenna@hotmail.com )

    Espero que a CBA, juntamente com os responsáveis pelo CNK leiam esta matéria e esqueçam a política e pensem realmente no esporte. Pessoas responsáveis e de prestígio dentro do nosso esporte deram suas opiniões. Muitos deles como eu , estavam em Goiania e viram como não se fazer um Brasileiro. Prefeitura vai liberar campo de futebol para box?? asfalto ja esta curado a tempo, estreito = perigoso, ta na cara que vai dar mer...de novo. Isso tudo lembra Goiania, o pior brasileiro de todos os tempos. Para o maior título em disputa no nosso pais o certo seria dar aos pilotos, equipes e famílias o melhor que temos e não querer fazer média com federações, politagem barata...Parabéns pela matéria!!!Vamos aguardar se alguem terá coragem de mudar isso. Não esqueçam que quem banca a trupe somos nós pais de pilotos,familiares e empresas que apoiam pilotos...

  • 04/02/2010 23:25:18 por Sinder Bitton ( bretbitton@ig.com.br )

    Como Carioca, acho engraçado, também participei do Campeonato Brasileiro em Goiania com meu filho e realmente, achei muito ruim, agora comparar Volta Redonda com Goiânia é brincadeira, até porque declarado pelo Binho Carcaci, que a Seletiva Petrobras foi um sucesso. Realmente existem algumas deficiências no aasfalto, mas nada que não possa ser resolvido rapidamente.Tenho conhecimento, como já foi dito, que todas as exigências, como mais boxes, estacionamento para caminhões, rede hoteleira e toda infra estrutura, que ainda falta, estará pronta para o Brasileiro.Tenho certeza que teremos um grande Campeonato Brasileiro em Volta Redonda, independente de qual fase a ser disputada. Sinder Bitton

  • 04/02/2010 23:36:37 por nicodemus ( nicodemus43sp@gmail.com )

    Indispensável a boa infra-estrutura, mas é bom ressaltarmos que o regulamento deve ser seguido à risca em todos os seus itens, absolutamente nada deve passar em branco. Na etapa de Curitiba 2009 por conta de comemorações de abertura (sic, sic... no último dia), atrasaram a largada de muitas categorias, que acabaram ocorrendo debaixo de forte chuva. Se não me engano na master A, o piloto Maique Papareli deu um capote que poderia ter conseqüências mais trágicas, a Graduados B largou de noite debaixo de um aguaceiro que Deus mandava, pilotos eram tirados da corrida na cara dura e os Dick Vigaristas não recebiam punições. O mais absurdo foi ver o vice da B usando capacete com aquela parafernália de ventoinha. O regulamento é claro: “O capacete deve ser dotado de viseira de proteção”. Aquela ventoinha deixa escandalosamente os olhos do piloto vulnerável a receber todo tipo de detritos da pista e objetos que possam ser jogados pelo seu próprio kart e também pelos karts que vão a sua frente. A meteorologia indicava chuva durante a semana toda, mas os pilotos eram obrigados a morrer de cara com QUATRO JOGOS DE PNEUS AMARELOS, PAGAMENTO SEM NOTA FISCAL (isso é sonegação), penso que todos saíram de lá com pelo menos um jogo zerado. E a FEDERAL indo lá pra fechar a barraquinha do Sábia. É brincadeira, vamos acordar desse sono profundo e fazer as coisas bem feitas, sem privilegiar a quem quer que seja. Brasileiro 2010 tem que ser em Interlagos ou na Aldeia da Serra! Falem com o Kassab! Depois quem quiser fazer turismo vai pra Floripa.

  • 04/02/2010 23:47:25 por nicodemus ( nicodemus43sp@gmail.com )

    Indispensavel a boa infra estrutura, mas e bom ressaltarmos que o regulamento deve ser seguido a risca em todos os seus itens, absolutamente nada deve passar em branco. Na etapa de Curitiba 2009 por conta de comemoracoes de abertura (sic, sic... no ultimo dia), atrasaram a largada de muitas categorias, que acabaram ocorrendo debaixo de forte chuva. Se nao me engano na master A, o piloto Maique Papareli deu um capote que poderia ter consequencias mais tragicas, a Graduados B largou de noite debaixo de um aguaceiro que Deus mandava, pilotos eram tirados da corrida na cara dura e os Dick Vigaristas nao recebiam punicoes. O mais absurdo foi ver o vice da B usando capacete com aquela parafernalia de ventoinha. O regulamento e claro: O capacete deve ser dotado de viseira de protecao. Aquela ventoinha deixa escandalosamente os olhos do piloto vulneravel a receber todo tipo de detritos da pista e objetos que possam ser jogados pelo seu proprio kart e tambem pelos karts que vao a sua frente. A meteorologia indicava chuva durante a semana toda, mas os pilotos eram obrigados a morrer de cara com QUATRO JOGOS DE PNEUS AMARELOS, PAGAMENTO SEM NOTA FISCAL (sonegacao), penso que todos sairam de la com pelo menos um jogo zerado. E a FEDERAL indo la pra fechar a barraquinha do Sabia. Brincadeira, vamos acordar desse sono profundo e fazer as coisas bem feitas, sem privilegiar a quem quer que seja. Brasileiro 2010 tem que ser em Interlagos ou na Aldeia da Serra. Falem com o Kassab, depois quem quiser fazer turismo vai pra Floripa.

  • 05/02/2010 02:31:37 por Antonio Canedo ( canedo@uol.com.br )

    Meu DEUS!!!! Descobriram a pólvora..... Faz tempo que o método que esta sendo feito é BURRO...... O campeonato que tivemos mais pilotos foi quando foi unificado!!!! Independente se foi em São Paulo... Sem regionalismos por favor!!! Mas fazer em um lugar só é o que deveria ser feito faz tempo.... Economizariamos tanto nos treinos feitos meses antes dos brasileiros, como na semana da competição propriamente dita!!!! EU mesmo junto com o Russo fomos treinar com os moleques em Farroupilha sendo que a nossa competição era em Itumbiara se me recordo!!! Tem cabimento???? E as equipes, coitados, que desgaste, que perigo, de se matarem em tantas idas e vindas!!! Para contentar clubes?? Por que?? Quem faz o espetáculo são os pilotos e as Equipes... Sem estes não há campeonato!!! Poderiamos ter mais imtercambio dos garotos com o pessoal mais experiente!!! Independente onde seja o campeonato, é hora de unificar as forças das categorias menores e maiores para fortalecer o Kartismo Nacional!!!

  • 05/02/2010 09:08:30 por carlos souto ( souto@jsprime.com.br )

    Temos que parar de amadorismo em um esporte tão caro e dificil. Fazer em Volta Redonda é amadorismo total, tem que ser em uma unica fase e em uma pista e cidade que tenha infra estrutura adequada.Carlos Souto

  • 05/02/2010 09:17:19 por Jonas Kart ( jonasfilho2005@ig.com.br )

    Seria bem interessante e mais barato para todos se as duas fazes do Brasileiro fossem realizadas em um só local mas tem que ser um local que ofereca no minimo seguranca para os pilotos. Acho que a CBA deveria rever isso pois chega de levar os Campeonatos Brasileiros para qualquer lugar como antigamente onde pilotos se machucavam e preparadores sofriam para trabalhar.

  • 05/02/2010 11:52:55 por Pedro Francisco Zimmermann ( pedrozipe@terra.com.br )

    Srs. depois das opinioôes colocadas vamos aguardar a decisâo dos dirigentes. Após isto vamos acompanhar de perto junto com nossos amigos deste extraordinário site, o que nos apresentarâo e depois tomaremos a decisâo de ir ou nâo. Será lamentavel se tivermos que decidir em nâo ir a um Brasileiro por falta de condições de pista. No ano passado com a mudança do brasileiro para Goiania, baseado nos relatos e fotos que acompanhamos,muitos tomaram a decisâo de nâo ir, inclusive nossa equipe para tristeza de meu filho, pois seria seu primeiro Brasileiro. Agora, caso nâo possamos ir novamente por motivo de segurança nâo iremos novamente, e é isto que temos que fazer, pois caso o grid for pequeno teremos novos contornos no futuro.

  • 05/02/2010 13:42:08 por Andre Pedralli ( pedralli_202@hotmail.com )

    Como o Geovane disse, se o brasileiro dos menores for em volta redonda, as categorias menores vao ter menos grid no sul-brasileiro, porem as maiores eh que vao ter grid...e eh nas maiores que esta o problema maior com falta de grids. Condordo que as DUAS fases do brasileiro sejam na mesma pista, em semanas diferentes, e que essa pista seja a arena sapiens park. abracos

  • 05/02/2010 14:29:26 por Carlos Braz ( carlos.braz@ig.com.br )

    Solução para agradar a todos que querem qualidade, seriedade e tudo mais que termine com idade (nosso problema). Comobom carioca, já que alguns tem medo de Volta Redonda que tal organizar o campeonato em Granja Viana??? Especialmente pq vários que fazem parte do CNK ficarao felizes. Bom assim quem tem Granja fica feliz, quem faz Seletiva fica feliz, mas só não podem deixar de pagar a taxa a CBA.Bom tudo resolvido, perto de tudo e já fica como treino para 500 milhas de 2010!!!!

  • 05/02/2010 16:06:39 por GUSTAVO FERREIRA ( gustavo@mbrengenharia.com.br )

    Senhores,Muito me agrada ver que nossa sugestão de se fazer o evento em uma só praça fora bem aceita por todos. Sem querer tomar qualquer tipo de partido, quanto ao local a ser realizado o Brasileiro de 2010, pois onde determinado for só existirá duas alternativas aos pilotos e envolvidos : Participar ou não participar. Entretanto além das possibilidades, vantagens e desvantagens aqui avençadas uma me chamou a atenção: O Kartódromo de Vespasiano em Minas Gerais. É um kartódromo novo, e ao que parece que muito moderno.. Não Conheco o local , mas o municipio de Vespasiano é ao lado do aeroporto de Confins, possui ao seu redor boa infra estrutura Hoteleira, e ao lado da Capital Belo Horizonte, cujo acesso é feito através de uma via expressa de muita qualidade. Abraço a todos.

  • 06/02/2010 01:17:09 por Daniel Antonio ( dasprojetos@hotmail.com )

    Amigos do Kart..Unificado ou não,em Goiânia ,Floripa ,São Paulo ou na China em cima daquele famoso muro.O melhor é pensar sempre no item segurança. Parabéns Sr. Erno e Jornalista José Barone .Que Deus proteja a todos e ilumine os pensamentos

  • 07/02/2010 02:35:45 por Daniel ( dasprojetos@hotmail.com )

    Amigos do KartReferente ao item segurança., me lembro de quando em uma cidade com um velho kartódromo,famoso, diziam que até o Airton correu por lá más ...Eu mais jovem e meu filho menino, pois é eu fazia parte da organização e junto como os responsável direto pelo kartódromo acima citado ,havia um acordo uma promessa que tudo estaria pronto no dia da corrida ,que fazia parte de uma etapa do campeonato, então o que fiz,passei o dia e a noite fiscalizando as obras ,os funcionários da prefeitura com toda a boa vontade idem,enfim na manhã seguinte tudo pronto,tudo pronto?Não tudo maquiado!Mesmo assim a primeira parte do treino começou, meu filho me disse Pai a pista esta perigosa o asfalto novo está soltando , e eu que não podia mais fazer nada pois tinha toda uma progamação NIVER da CIDADE etc... desconversei pois é , aconteceu o primeiro acidente o segundo o terceiro grave por sinal, o qual um menino da mesma idade de meu filho bateu a cabeça no muro de proteção, e eu começando a ficar preocupado , quando de repente , o castigo , meu filho para escapar de um acidente mais grave jogou seu Kart contra uma proteção de pneus , ai meu Deus, eu estava mais ou menos uns 50 metros intermináveis 50 metros ,pulei muro quase provoquei outro acidente ,corri corri e nada de chegar , minha perna estava bamba ,meu braço minhas costas não sabia o que fazer, quando chequei ao local meu filho ainda estavam em baixo dos pneus ,começamos a tirar um por um, até chegar o socorro , mas graças a Deus meu filho saiu bem , mesmo assim largou em segundo e ganhou a prova.Amigos VALE LEMBRAR que temos um jornalismo e uma geração de pilotos de primeira! é hora de começarmos a pensar com profissionalismo para o bem geral da nação . ( e presidente quando programar uma corrida pense que seu filho vai participar ok) E que Deus esteja sempre presente em seus corações .

  • 07/02/2010 15:54:12 por Markenson Marques ( markenson@cargolift.com.br )

    Caro Rubens GattiO bom senso mosta que o ideal é fazer as duas etapas do Brasileiro em Florianópolis. Tenho notado entre os pilotos um grande movimento para não correrem em Volta Redonda. Espero realmente que reconsidere a decisão em favor das duas fazes em Florianópolis.Atc,Markenson MarquesCuritiba

  • 08/02/2010 00:51:58 por Rennan Lobo ( loborennan@bol.com.br )

    Pergunta fácil, o que mudou do dia que um dirigente do CNK esteve em Volta Redonda e aprovou o Kartódromo para o Brasileiro ???? Se foi o asfalto a empresa contratada pela Petrobras irá resolver nos próximos dias! Os boxes certamente, como todo evento nacional, serão acrescidos somente para a epoca do certame. O que estão querendo, para variar, é mudar a regra do jogo. Pode ser também o medo natural de "tomar pau dos cariocas" alías todos já sentem isso em terras paulistas imagine a sensação em terras cariocas..... Serenidade sim bairrismos não e é o que se vê nessas mensagens. Briguem por isso para 2011 esse ano vão ter que amargar correr em terras do Rio de Janeiro.

  • 08/02/2010 14:57:07 por Daniel ( dasprojetos@hotmail.com )

    sr.Rennam Lobo.,Eu não estou defendendo este ou aquele lugar.,o importante é a segurança! temos varios kartódromos bons ok.só para fializar(medo é bom , nos proteje ,nos educa e nos faz pensar, só os idiotas não tem medo) alias medo de que??????????????

  • 08/02/2010 20:45:32 por André Vitor Lacativa ( andrevitorkart@hotmail.com )

    Venho por meio desta deixar registrado minha indignação quanto as criticas realizadas ao kartodromo de Volta Redonda.Fico triste em ver que há um preconceito em relação ao Rio de Janeiro. Aqui, não acontece, se não me engano, um Brasileiro desde 1992; no qual já nesta último realizado aqui, foi muito criticado, o que me faz ver, que tudo em relação ao Rio, é sempre criticado. E olha que falo isso com experiência, pois, a própira comunidade do kart no Rio discrimina a pista na qual eu sou sócio, o kartódromo de Guapimirim, e da mesma forma, muitos falavam sem ao menos conhecer a pista. Seria muito bom, termos sim o brasileiro em Volta Redonda. Já tivemos em lugares péssimos e nunca foi falado nada. Por que quando é no Rio, vem sempre essa história???

  • 08/02/2010 22:35:12 por eduardo ( dudupascual@gmail.com )

    SR RENA LOBO FACA O SEGUINTE ENTAO MOSTRE QUE VCS SAO OS BAMBAMBAM FACA UM BRASILEIRO COMO DEVE SER FEITO COM ORGANIZACAO E PRINCIPALMENTE COM INFRAESTRUTURA POR QUE NOS PAULISTAS TEMOS KARTODROMOS SOBRANDO OK.A QUESTAO AKI NAO EH QUEM EH MELHOR E SIM ESTRUTURA PARA SE FAZER UM BRASILEIRO PENSE NISSO POR QUE O SR NAO ESTEVE EM GOIANIA E OS PROPRIOS GOIANOS SE ARREPENDERAM PELO BRASILEIRO QUE LA FOI FEITO PENSE SEMPRE '''SEGURANCA'''

  • 09/02/2010 09:16:00 por André Vitor Lacativa ( andrevitorkart@hotmail.com )

    Sou carioca, e queria deixar registrado, o respeito tanto dentro e fora das pistas de profissionais e competidores de São Paulo, assim como de outras praças. Como competidor e como Ser Humano, acredito que todo dia estamos aprendendo um pouco. Muitas das vezes tratamos as coisas, inclusive a religião, como torcedores de futebol. Temos alguns profissionais trabalhando, adultos, jovens e crianças competindo em São Paulo, por saber do nível lá, tanto dos pilotos do estado, quanto de outros estados também. Muitos aqui compartilham da mesma forma de pensamento que o meu, tanto que aqui recebemos de forma cordial a todos, e espero que seja recíproco.

  • 09/02/2010 21:48:14 por veber ( veber10@bol.com.br )

    caros amigos do kart gaucho,, para começar as trapalhadas feitas em Goiânia foram da CBA,, sabiamos das limitações da pista em Goiânia mas foram feitos outros Brasileiros em circuitos piores,, outro fato é que o Brasileiro de Curitiba também não foi nada bom e não foi culpa da pista, houve corridas que terminaram a noite com iluminação artificial e isso pouca gente divulgou,, ==mas a intenção não é brigar e sim melhorar então vejamos,,, o problema é que os kartódromos que tem boas condições de receber um Brasileiro são muito poucos e inclusive estive neste kartódromo de Florianopolis e lá não tinha nenhuma extutura,, estava somente a pista,, evidente que é uma pista nota 10,, mas eles montam tudo para os eventos,, acontece que se houver fiscalização hoje não seria aprovado,, ficamos sabendo extra oficialmente que um caminhão andou na pista e estragou o asfalto,,==todos tem virtudes e defeitos,, não seria melhor a CBA vistoriar os kartódromos no inicio da temporada e ajudar a colher patrocinio e melhorar as pistas onde irão acontecer os Brasileiros,, a Petrobras poderia muito bem ajudar nisso e a Caixa também,, desta forma quando fosse escolhida uma sede as melhorias que fossem urgentes seriam acompanhadas diretamente pela maior entidade do automobilismo Brasileiro.....==não se esqueçam que poucas pistas de kart são rentáveis==apoio a decisão do kart gaucho,, mas apenas peço que sejam mais isentos,, Campeonato Brasileiro é um grande evento e devido a muitas categorias existentes no kart,, deve continuar sendo em duas etapas,,valeu pessoal,,fui

  • 09/02/2010 22:15:32 por veber ( veber10@bol.com.br )

    pessoal outra solução seria diminuir o número de categorias e fazer apenas um Campeonato Brasileiro com duas corridas na sexta,, duas no sábado e duas finais no domingo,, diminuindo as categorias tenho certeza que dá,, MIRIMCADETEJUNIOR (UMA)NOVATOGRADUADO (UMA)SENIOR (UMA)SUPER SENIOR F-400 (UMA)==desta forma 08 categorias seria ótimo e todas teriam grid com mais de 25 karts,,, assim fariamos apenas um Brasileiro em Volta Redonda ou em Florianopolis==valeufui

  • 10/02/2010 01:19:14 por Pedro Monteiro ( pedromonteiro777@hotmail.com )

    Não adianta mudar. Os muleques do Rio, que treinam em pista de estacionamento, vão continuar faturando os brasileiros menores. Se Volta Redonda não tem estrutura, o que me dizem de Palmas, por exemplo? TOLEDO ? Farroupilha? Itumbiara? Anápolis? Eu já estive lá..Brasileiro de Kart não é olimpiada, e a cidade de volta redonda tem estrutura sim pra receber o evento. Tem estrutura para suportar um das maiores companhias do Brasil e não vai ter estrutura pra suporta Brasileiro de Kart???

  • 10/02/2010 08:48:35 por Erno Drehmer - site Kart Gaúcho ( erno@kartgaucho.com.br )

    Caro Veberlei. Não quero me tornar repetitivo, mas organizo provas há muitos anos, dentre elas o Sul-Brasileiro, Pan-Americano, Brasileiro, para citar as maiores – sim, já falei isso quando o Brasileiro de Goiânia foi encerrado – e sei perfeitamente quais são as responsabilidades de uma federação ou clube e quais são as responsabilidades da CBA em um Brasileiro. Portanto, não venha querer tirar de vocês, clube e FAUGO, a parte que lhes cabe em relação ao péssimo e fracassado Brasileiro de Goiânia.Isentos? Ouvimos todas as partes interessadas, de preparadores e pilotos a dirigente, e cada um teve a oportunidade de manifestar sua opinião, criticando e defendendo Volta Redonda. E, se em 2009, os pilotos tivessem ouvido o que a imprensa como um todo – e não só o Kart Gaúcho – disse, não precisaríamos todos ter que passar pelo martírio de ter ido a um Brasileiro mal organizado como o de Goiânia.Isentos? Qual o tamanho da SUA isenção? Até agora você não consegue admitir que seu clube e a sua federação fizeram cagadas enormes no Brasileiro de Goiânia. Admita isso e então passaremos a tratar do assunto isenção.

  • 10/02/2010 15:55:06 por veber ( veber10@bol.com.br )

    Caro Erno,, para começar eu não tenho clube e não organizei o Brasileiro,, apenas apoiamos que a prova fosse em Goiânia e talvez esse foi o maior erro pois deveriamos ter ido para Itumbiara ou Anapolis,, agora erramos e acertamos tentando sempre melhorar o kartismo,, sobre acidentes e capotadas que foi falado pos muitos aconteceu em Goiânia e também em Curitiba e os atrasos nos horários também,, é neste aspecto que eu argumento,, ou seja,, o kartódromo de Pinhais que um dos melhores do Brasil não teve culpa. Apenas essa era a defesa porque quando fizemos a Copa Centro Oeste em Goiânia com 86 participantes ocorreu tudo bem,, infelizmente o Brasileiro foi cheio de problemas,, mas vamos então apontar as prováveis soluções.==quando fazemos uma critica devemos apresentar as soluções ou alternativas para que os criticados possam alterar os planos e quem sabe agradar a maioria,, infelizmente no kart é quase impossível agradar a maioria e sempre haverá discussões.==Erno a verdade é que deveriamos lutar para que fossem apenas 08 categorias e um Brasileiro em apenas um lugar,, ai sim seria uma ótima solução para baixar os custos,, e no caso se a nova pista de Floripa não está em uso ou está desativada,, fazemos um evento do Brasileiro nos Ingleses e pronto.. MIRIM == CADETE == JUNIOR(UMA) == NOVATO == GRADUADO (UMA) == SENIOR (UMA) == F-400 (UMA) E SUPER SENIORvaleutchau

  • 10/02/2010 20:38:39 por RUSSO ( pilotorenatorusso@ig.com.br )

    Antes de mais nada parabéns ao Erno e ao Barone,sou fã de vcs rsrsrs.Minha opinião eu já dei em outros comentários de outras matérias relacionado ao Brasileiro,só quero lembrar que se todos nós(pilotos e pais de pilotos)formos unidos,não haverá Brasileiro nenhum...em Floripa,Volta Redonda ou qualquer outro lugar!!! Todos sabem que somos nós que fazemos o espetáculo,como já foi dito por outra pessoa e se me lembro no Brasileiro de Betim,na largada da Senior A,o piloto Luis Sousa comandou um revolução onde uniu todos no grid de largada e simplesmente tiramos os capacetes e ninguém largaria enquanto não fosse acatado a nossa proposta de 25 voltas(a CNK queria 20 voltas)e conseguimos,pela nossa união e transparência perante a todos que estavam assistindo.O que quero dizer,é só a UNIÂO de todos para reverter essa decisão das fases do Brasileiro.(PAIS DE PILOTOS,TÍTULO NÃO LEVA A NADA,QUANDO CHEGAREM LÁ NA FRENTE,NUMA F-3,GP2 OU ATÉ NUMA F-1,O QUE VAI VALER É O SEU BOLSO E NÃO OS TÍTULOS QUE O SEU FILHO CONQUISTOU NO KART)para bom entendedor,essas palavras já bastam...UNIÂO só isso!!!

  • 25/04/2010 11:02:36 por Alesander ( alexcamargos@uol.com.br )

    Srs, Mesmo sendo do estado do RJ, minha opnião é que a prova do Brasileiro deveria acontecer apenas em um Kartódromo (questão Lógica de custos), seja ele em VoltaRedonda, Forianópolis ou mesmo em Nova Santa Rita (Velopark)que possui um complexo muito bom, Conheço alguns Kartódromos e a pista do KVR (Volta Redonda)melhorou o suficiente após a reforma para sediar um campeonato. Provavelmente o grande incoveniente seja a rede hoteleira pois realmente por ser uma cidade com Varias industrias em seu entorno a disponibilidade de vagas pode ser um problema. Então não é a pista ou mesmo a Infra estrutura do Kartódromo que será o problema, pois talvez não tenha sido bem esclarecido, a area onde esta o Kartódromo é um local de treinamento para esportistas de futebol,e são areas que se postas a disposição contribuira em muito para montar a estrutura das equipes. A Prefeitura apenas precisa dispor destas areas para tal necessidade. Se houveram problemas em Goiania, as ocorrências indesejadas devem ser tomadas como exemplo para que não voltem a ocorrer, visto que Goiania como cidade ter uma bela Infraestrutura, e é uma bela cidade também. Guardadas as proporções, a fórmula 1 tem pista no meio do deserto e assim mesmo consegue dar condições as equipes de participarem de um Grande prêmio, fora os visitantes. Mas algo precisa ficar claro, o Campeonato é Brasileiro e todos os possíveis Kartódromos que se dispõe a participar de um campeonato desta grandeza devem ter sua oportunidade. Mais interessante é ter lido os comentários e não ter lido uma defesa sobre os kartódromos do Nordeste.


/ Busca
Encontre a notícia que procura

/ Foto do dia
/ Calendário (clique)
/ Publicidade
Radiadores Tecnokart
PRODUTOS TECNOKART
Alinhadores
ALINHADORES
Vendas - contato@kartmotor.com.br