publicidade
26/11/2020 07:21

Super Karts! Sul e Sudeste conhecerá seus três campeões em dezembro no Kartódromo Beto Carrero


Foto: SKS

Os campeões da Super Karts! Sul e Sudeste serão conhecidos no dia 12 de dezembro, no Kartódromo Beto Carrero. A corrida terá pontuação dobrada para a sua grande final, fator que dará ainda mais emoção às disputas. Ao todo, serão quase 50 pontos em disputa na corrida, fato que estabelece uma média recorde de pilotos em disputa direta pelos títulos do campeonato.

Três categorias são disputadas dentro da SKS: Ultimate, destinada aos mais graduados; Expert, destinada aos mais experientes com idade acima de 45 anos; e a Light, para os mais novatos no kartismo. Graças a uma polpuda distribuição de pontos durante o ano e a pontuação dobrada da final, as três categorias chegam ao Beto Carrero com uma abertura de possibilidades sem precedentes no kartismo e uma média de quatorze pilotos em disputa direta pelo título em cada categoria.

A Ultimate vem de um histórico de três vencedores diferentes nas últimas três etapas, o que demonstra a grande equalização de chances e níveis de pilotagem nas corridas. Roberto Margeon, atual campeão paranaense, chega como líder do campeonato com três pontos de diferença para o vice-líder, Ronaldo Roderjan. Clederson Fio está em terceiro, com 35 pontos, empatado com Fernando Osternack em quarto. Do 5º colocado, Guilherme Sell, até o 17º, Juliano Cunha, basicamente todos têm chances matemáticas, de maior ou menor grau, de levar o título.

Na Expert, é aguardada uma batalha de tirar o fôlego. O eneacampeão paranaense, André Napoli, venceu duas das três últimas etapas, e chega ao Beto Carrero como líder, com 62 pontos. Entretanto, Oracildo Olmedo veio escalando de forma inteligente durante o ano, e seu esforço foi recompensado com uma vitória na última etapa antes da final, em Rio Negro.

A vitória veio em grata hora, pois embolou de vez o campeonato da Expert, diminuindo de dez para apenas quatro pontos a diferença de Oracildo para Napoli – 62 a 58. Logo atrás de ambos, vem Antônio Mandalozzo, que flertou com a vitória nas duas últimas corridas, com 43 pontos, trazendo consigo o paulista Clodoaldo Gato com 33 pontos, e Vigando Kondtlasch com 26. Com 47 pontos disponíveis para disputa na grande final, nada menos que nove pilotos detêm chances matemáticas de título, com maior ou menor possibilidade.

A Light também encorpa o espírito de imprevisibilidade, com dois vencedores diferentes nas duas últimas etapas. O guarapuavano Everton Lermen é líder com 40 pontos, acompanhado de perto por Fábio Costa, com 33. Júlio Bauer vem logo atrás com 27, sendo acompanhado por dois grandes destaques do ano, Murilo Cechin com 24 pontos, e Guilherme Bastos com 23 pontos. Com 47 pontos em disputa na final, tal qual as outras categorias, simplesmente dezesseis pilotos tem chances matemáticas de título, de maior a menor possibilidade.

Em um ano mais longo que o normal, a história das categorias Ultimate, Expert e Light vem sendo contada desde fevereiro deste ano. Após meses de apreensão e na contra mão das probabilidades e contextos, a SKS conseguiu se adaptar à realidade e cumprir com seus compromissos.

“Iniciamos o campeonato em fevereiro, veio a pandemia e ficamos seis meses parados, remando conforme o tamanho das ondas de dificuldades que surgiam. Nos adaptamos a uma nova realidade, escrevemos um protocolo de ação coeso com as necessidades do contexto. Desde que retornamos, a incidência da doença no nosso grid e com as pessoas ao nosso entorno foi zero em todos os nossos encontros”, comenta Pedro Giulliano, organizador da SKS.

Giulliano ainda comenta os elementos de sucesso desse momento. “Decidimos retornar com o campeonato e cumprir com nosso compromisso para, primeiramente, celebrar a vida e a sorte de estarmos bem, com saúde, em um período que fez e ainda fará mal para mentes e corações. Graças ao bom trabalho de equipe, a consciência dos pilotos e preparadores e, principalmente, a Deus, tivemos nossa coragem coletiva compensada pela união, paciência e compreensão de todos os envolvidos. O sentimento é de chegar ao fim do maior de todos os enduros, que tem durado 10 meses. Só de chegar já somos todos vencedores”, disse.

Fonte: SKS

  • Não há comentários cadastrados até o momento!