publicidade
17/09/2019 12:51

Sprint Race se apresentará em Cascavel pela sétima vez em suas oito edições


Foto: Luciano Santos

Será a sétima vez em oito edições da Sprint Race que a categoria desembarca em Cascavel (PR), a primeira vez foi na edição de 2013. A categoria é atração nos circuitos nacionais e internacionais com uma programação de muita velocidade, técnica e emoção. Em sua oitava edição, o evento tem tudo para fazer uma grande prova, nos dias 27 e 28 de setembro, na capital do Oeste paranaense.

A sexta etapa é uma das mais importantes da temporada. Isso, porque o circuito do Autódromo Zilmar Beux é o que tem a maior média de velocidade no Brasil, com chance de os carros da Sprint Race atingirem os 200 km/h. O outro fator que eleva a importância da prova é a classificação de pilotos nas tabelas do campeonato geral e nacional, que a cada corrida se estreita mais, prometendo disputas acirradas pelo título entre os pilotos.

Após a etapa de Londrina, realizada no último dia 7 de setembro, na tabela de classificação da Overall pela categoria PRO, a liderança permanece nas mãos de João Rosate/Bruno Smielevski, que acumulam 203 pontos, seguidos de Kau Machado/Dante Fibra, 153 pontos e Pedro Lopes, que soma 138.

O resultado da etapa de Londrina é um ótimo sinal, pois demonstra que mesmo carregando todo o 'troféu bigorna' (peso extra) conseguimos manter a liderança. A diferença para os outros colocados diminuiu, mas vamos tentar nos manter na frente até a final em Interlagos, onde o chumbo do carro será retirado”, diz Bruno Smielevski.

O piloto tem definida a estratégia para o próximo desafio em Cascavel. “Vamos continuar com a mesma estratégia: pontuar razoavelmente bem, mas sem nos arriscar muito, mantendo assim uma boa diferença para os próximos colocados”, completa o catarinense.

Entre os veículos da GP existe uma maior disputa, a briga está muito apertada, Daniel Coutinho e Rafael Seibel estão apenas com 15 pontos de diferença, Daniel soma 166 pontos e Rafael 151 pontos, porém logo atrás está Josimar Junior, com 130 pontos.

Para Daniel Coutinho liderar a temporada é surreal. “É muito mais do que eu esperava, já que este é o meu primeiro ano em carro de corridas, mas mesmo assim vou lutar para ganhar”, afirma o piloto paraibano.

No entanto, como ainda restam quatro rodadas duplas até o final do ano, estarão em jogo 275 pontos. Nas duas corridas programadas para Cascavel estarão em jogo muitos pontos que podem modificar a ordem da classificação, 25 em cada corrida em Cascavel e mais 25 na classificação nas seguintes em Posadas/ARG (7ª etapa, 18/10), Velocittà/SP (8ª etapa, 30/11) e pontos dobrados na finalíssima, 9ª etapa no dia 21/12 em São Paulo/SP, quando acontece o encerramento do campeonato.

Confira o VT da etapa de Londrina aqui.

A Sprint Race Brasil conta com o patrocínio da aQuamec, Yokohama, Militec1, Permabond, Fremax, Motul e Vivamil.

Classificação do campeonato Overall, após cinco etapas (10 corridas)

Categoria PRO
1) João Rosate/Bruno Smielevski, 203 pontos
2) Kau Machado/Dante Fibra, 153
3) Pedro Lopes, 138
4) Gerson Campos, 132
5) Vinicius Kwong, 113
6) Lucca Croce, 92
7) Allan Croce, 82
8) Francesco Franciosi, 60
9) Dudu Barrichello e Rubinho Barrichello, 45
10) Franco Pasquale, 42
11) Rodrigo Elger/Nathan Brito, 38
12) Brian Fowler, 22

Categoria GP
1) Daniel Coutinho, 166 pontos
2) Rafael Seibel, 151
3) Josimar Jr, 130
4) Vinny Azevedo, 117
5) Caê Coelho, 116
6) Luiz Arruda, 110
7) Léo Torres, 93
8) Dudu Trindade, 90
9) Luciano Zangirolami, 80
10) Cassio Cortes, 79
11) Alex Seid /Marcelo Henriques, 67
12) Eduardo Menossi, 66
13) Marcelo Brisac, 56
14) Adolpho Rossi, 56
15) Julia Piquet / Wagner Pontes, 38
16) Luca Milani / Roberto Milani, 37
17) Max Papis, 32
18) Walter Lester, 10

Fonte: Sig Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!