publicidade
06/10/2020 09:08

Roberto Faria viveu suas primeiras experiências com um Fórmula 3 em pista molhada em Snetterton


Foto: Jakob Ebrey

Roberto Faria


Embora os dias de treinos livres tenham sido com pista seca, no último fim de semana a chuva não deu trégua em Snetterton, na Inglaterra. Essa era uma condição inédita para Roberto Faria, carioca de 16 anos e que está a pouco mais de um mês na Fórmula 3 Britânica como o piloto mais jovem do campeonato. Com pista molhada, o brasileiro conquistou algumas posições, participou de disputas emocionantes, pilotou com visibilidade reduzida e acumulou muitas experiências.

A primeira prova do sábado pela manhã já mostrou que mesmo com quase nenhuma experiência em chuva com o carro da F3, Roberto Faria tinha muito claro o que precisava fazer para se manter na pista com todas aquelas condições adversas. Ele largou de 15º e chegou em 12º.

Confiante para a segunda corrida do fim de semana, Faria decidiu arriscar. Dentre os 18 pilotos da F3 Britânica, Roberto foi o único que colocou pneu liso. Largando de P14, ele sabia que poderia perder algumas posições no início da prova. Foi isso que aconteceu. Mas, a pista não secou como ele e equipe esperavam. Pelo contrário, logo voltou a chover e Roberto cruzou a linha de chegada em 18º. Ruim? Talvez não. Sem cometer nenhum erro, ele se manteve na pista molhada com pneu slick, chegando a 225 km/h.

“É muito diferente como o carro da F3 reage em relação ao da F4, com o qual eu estava acostumado, e eu estou aprendendo a lidar com isso. Nessa prova, testei o limite do carro, o quanto dá para fazer com ele nessas condições. Estou no meu momento de testar”, avalia o piloto da Fortec.

No domingo, a única certeza era que a chuva seria uma companheira inseparável dos pilotos. Junto com ela, o safety car e menos chances de ultrapassagens. Nesse cenário, Roberto chegou, respectivamente, em 12º - mesma posição da largada na primeira prova do dia - e 15º - três à frente da posição de largada na última prova do dia.

“É muito mais complicado ultrapassar quando a largada é a partir do safety car. Com a chuva, o carro levanta muito spray, mal dá pra você ver alguns metros à frente. Se você não errar, você não é ultrapassado. Basicamente, consegui segurar as posições por esse motivo”, afirma Faria.

As próximas etapas da Fórmula 3 Britânica serão em Donington Park (24 e 25/10) e Silverstone (7 e 8/11).

Fonte: Danielle Lima

  • Não há comentários cadastrados até o momento!