publicidade
30/11/2020 09:07

Quinta etapa da GT Sprint Race teve disputas e vitórias emocionantes no final de semana em Interlagos


Foto: Luciano Santos

Emoção do começo ao fim. Assim foi a segunda corrida da quinta etapa da GT Sprint Race na tarde do último sábado (28) em Interlagos. Gerson Campos e Ricardo Sperafico, ambos da categoria PRO, fizeram uma disputa incrível pelo primeiro lugar, tendo sua definição somente a poucos metros da linha de chegada, demonstrando mais uma vez o equilíbrio da categoria. Gerson garantiu o primeiro lugar com o tempo de 25min01seg592, ficando Sperafico a 0s086 de diferença. A terceira colocação ficou com Diego Ramos, a 4s690.

A sexta e última etapa da temporada da GT Sprint Race Brasil será no Autódromo Internacional de Curitiba, no município de Pinhais (PR), nos dias 18 e 19 de dezembro, quando serão conhecidos os campeões de 2020 no Brasileiro e no Overall.

O domingo ensolarado e com temperatura elevada foi o cenário das provas da quinta etapa. Se a disputa já havia sido forte na prova do período da manhã, a segunda corrida foi ainda mais acirrada, com vários pilotos brigando pela primeira colocação em suas respectivas categorias. Segundo colocado na primeira corrida e pole na segunda, Ricardo Sperafico manteve a ponta na largada, mas acabou perdendo a posição para Gerson Campos e Adalberto Baptista.

Após a entrada do Carro de Segurança, na sexta volta, o duelo se concentrou em entre Campos e Sperafico. Na volta final, após grande pressão, o paranaense assumiu a liderança, mas acabou perdendo a corrida a poucos metros da linha de chegada.

Gerson Campos, que venceu pela segunda vez na temporada, comemorou o resultado. “Interlagos é sempre muito especial e essa foi mais uma disputa extremamente acirrada. Já disputei palmo a palmo como Rodrigo Sperafico e agora com o Ricardo, são dois pilotos muito limpos, de nível altíssimo que me fazem aprender demais. Então achei que não ia dar, mas no final nós cruzamos a linha de chegada lado a lado em uma das provas mais disputadas da GT Sprint Race”, conta emocionado.

Na PROAM, Alex Seid terminou em primeiro lugar. Tendo largado em uma posição de destaque – saiu da pole position e segundo na geral -, o piloto conseguiu garantir o sexto lugar no geral e o P1 em sua categoria, seguido por Bruno Campos e Weldes Campos.

“O dia foi perfeito com a ‘dobradinha’ da dupla, o Marcelo venceu na prova da manhã e a segunda bateria. Estou muito feliz, objetivo realizado. Agora, é foco total para decisão em Curitiba!”, declarou Alex Seid.

Já na AM, o destaque ficou por conta da vitória do estreante Georgios Frangulis. “Uma prova bastante disputada, gostei muito do carro e da categoria. Iniciar com vitória é bom demais”, comemorou Georgios (GTSR#27) que teve seu irmão Pedro também realizando a estreia na competição.

“Foi a minha estreia total no Turismo, sai do curso de pilotagem e vim direto praticamente. Só tinha experiência no kart e track day, pensava muito no que pretendia quando viesse para uma prova e consegui pôr em prática. Já ficou o gosto de quero mais, vamos para as próximas”, mencionou Pedro Frangulis, que garantiu a quinta posição na categoria AM.

A PRIMEIRA PROVA DA RODADA – A primeira corrida da quinta etapa da GT Sprint Race teve largada às 9h50. Pedro Costa assegurou a sua primeira vitória na geral e na categoria AM, após 13 voltas em 26min12seg775. Ricardo Sperafico foi o segundo a garantir a bandeira quadriculada e primeiro lugar na PRO, a 2s729, e em terceiro esteve Marcelo Henriques e também primeiro colocado na PROAM, a 9s190.

“Estou muito feliz! Eu não esperava vencer na geral, o foco era a nossa categoria. É a minha quarta etapa neste ano e ainda estava adaptando ao carro. Então ganhar de nomes como Gerson Campos, Ricardo Sperafico e Thiago Camilo eu vou levar para a minha vida, foi muito emocionante. Utilizei o push-to-pass na hora certa, conseguir usar estrategicamente é o que todo mundo pensa, mas não consegue executar, mas felizmente acionei e passei o Ricardo garantindo a posição na geral”, comemorou o paulistano Pedro Costa.

Marcelo Henriques festejou a vitória na pista que considera como sua “casa”, pois trabalha no circuito quando não está competindo. “Uma corrida com emoção do começo ao fim. Foi uma disputa super limpa, tenho que parabenizar o Pedro Ebrahim e o Bruno Campos que fizeram uma belíssima corrida entre nós três. Precisei do push na parte final e usei no momento certo para a ultrapassagem' disse. 'Tenho que agradecer esse privilégio de correr nesse templo do automobilismo e de levar essa experiência da vitória aqui para a vida toda”, ressaltou o piloto mineiro.

“Foi uma bela disputa, mantive o ritmo forte até o final da prova e assegurei um grande resultado para o campeonato”, festejou Ricardo, que não contou com o irmão nesta etapa para a divisão do carro.

A GT Sprint Race é patrocinada pela Tekbond, Yokohama, Militec1, Sparco, TecPads, Injepro e Fremax.

Fonte: Sig Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!