publicidade
27/07/2017 14:37

Arthur Gama chegou muito próximo do pódio em seu primeiro Brasileiro com motores de 125cc


Foto: Planet Kart Images | Cris Reis

Arthur Gama


Competindo pela primeira vez em um Campeonato Brasileiro em categorias com motores de 125cc, o jovem Arthur Gama (Tilecol | Boteco Exportação) destacou-se na disputa da 52ª edição do mais importante evento do kartismo nacional. A competição foi realizada no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), e Gama integrou a categoria Júnior Menor, que reuniu 24 pilotos de todo o Brasil.

Depois de competir na Cadete até o ano passado, Gama vive em 2017 o desafio de correr com os rápidos motores de 125cc. Mas, já bastante adaptado, ele chegou ao Beto Carrero muito confiante em repetir seu bom desempenho em eventos anteriores, quando inclusive conquistou vitórias.

A programação oficial começou na terça-feira e a partir daí Arthur Gama sempre mostrou evolução, a ponto de subir nove posições entre seu pior e seu melhor resultado nos treinos. A tomada de tempos, porém, não teve o resultado esperado e, assim, o piloto de Porto Alegre (RS) largaria apenas da 19ª posição na primeira das três provas classificatórias.

Foi quando Arthur Gama mais uma vez mostrou que estava rápido, conquistando – pela ordem – um 11º, um 10º e um 15º lugar, que somados lhe deram a 11ª posição no grid de largada da Final. Animado, o piloto da equipe Alex Racing partiu para uma prova em que mostraria seu enorme potencial e que por muito pouco não lhe levou ao pódio do Campeonato Brasileiro.

Com uma excelente atuação, Arthur Gama (Tilecol | Boteco Exportação) ganhou sete posições e não demorou a figurar entre os cinco primeiros, mais exatamente em 4º. No final das 17 voltas, entretanto, ele acabou perdendo um pouco de rendimento e algumas posições, recebendo a bandeirada final em 7º, sendo o melhor estreante na categoria neste Brasileiro e dono da 5ª volta mais rápida da prova, apenas um décimo mais lento do que a melhor volta.

“Foi uma evolução notável, estamos muito felizes com o desempenho do Arthur. Entre o primeiro treino e o resultado da Final ele subiu de 21º para 7º. Mas, mais do que isso, ele foi muito importante no acerto do seu kart, pois as sugestões de acerto que ele oferecia sempre se mostraram eficientes e isso é um detalhe muito importante na carreira de um piloto: saber acertar seu equipamento”, salienta Guga Gama, pai de Arthur e também piloto de automobilismo.

A bela atuação de Arthur Gama, especialmente na Final, quando ele lutou de igual para igual com pilotos mais experientes em sua categoria – inclusive ultrapassando-os – rendeu muitos elogios dos presentes, surpreendidos com a atuação do jovem kartista. “Estou muito contente, o pódio ‘bateu na trave’, mas tenho certeza que ele vem no próximo Brasileiro”, disse Arthur Gama.

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!