publicidade
25/01/2021 12:54

Pedro Trevisol comemora a conquista do bicampeonato catarinense


Foto: Divulgação

Pedro Trevisol


O ano esportivo de 2021 começou de uma forma bastante positiva para o gaúcho Pedro Trevisol (Alabastro | Arteforma | Persol | Gensul). Depois de fechar a temporada passada com a conquista de seu décimo título de campeão gaúcho de kart, o piloto de Porto Alegre (RS) fez bonito em Concórdia (SC) no último final de semana.

Pedro Trevisol foi à Concórdia para disputar o 44º Campeonato Catarinense de Kart pela categoria F4 Graduados e estabeleceu uma rotina de treinos intensa na pista. Foram mais de 200 voltas para que o piloto chegasse à tomada de tempos e corridas em totais condições de lutar pelo bicampeonato.

Terceiro colocado na tomada de tempos, Pedro Trevisol não teve um equipamento competitivo nas duas provas classificatórias, disputadas sob chuva, e obteve um terceiro e um quarto lugar. “Suamos bastante, a pista era muito técnica e difícil e a maioria dos concorrentes era da região, a conheciam muito bem”, contou Pedro Trevisol. “Tínhamos dois chassis, um para pista seca e outro para pista molhada. E esse para pista molhada não alcançou o nível de competitividade que precisávamos. Existe um jogo de rodas para esta condição, que é muito caro. Não compramos e nos restou torcer que não chovesse no sábado, dia da Final”, revelou Pedro Trevisol.

O sábado, dia em que seriam conhecidos os campeões catarinenses, amanheceu com pista seca, o que permitiu a Pedro Trevisol novamente sonhar com o título. Largando em segundo, o piloto tratou de atacar o líder e instantes depois assumiu a ponta. Rápido e aproveitando-se da disputa pelo segundo lugar, Trevisol conseguiu abrir larga vantagem, venceu com quase 3 segundos à frente e comemorou o bicampeonato catarinense.

“A torcida pelo sol e pista seca no sábado deu certo, era fundamental que tivéssemos estas condições para que eu pudesse lutar pelo título”, resume Pedro Trevisol (Alabastro | Arteforma | Persol | Gensul). “Podemos resumir esta conquista em ‘sangue, suor e lágrimas’. Agradeço aos meus patrocinadores e à minha mãe e ao meu pai, que são a minha equipe. Obrigado Marli e Nívio”, finalizou.

Fonte: Divulgação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!