publicidade
24/11/2020 08:19

Pedro Aizza superou dificuldades para terminar o Open do Brasileiro em sexto na Graduados


Foto: Eni Alves

Pedro Aizza


Competição que começou promissora para o piloto Pedro Aizza (Promax Bardahl / GM Motorsport / Rufato Distribuidora), a 4ª etapa da Copa Speed Park, válida como Open do Brasileiro, acabou se transformando em momentos de superação para o paranaense de 15 anos. Após enfrentar duas quebras de motores, Aizza foi o sexto colocado na disputa realizada no último sábado (21).

A disputa em Birigui teve Pedro Aizza como o piloto mais rápido na quarta-feira (18), dia de treinos livres. Porém, no último treino de quinta (19), faltando cinco minutos para início da sessão, seu motor de corrida acabou quebrando e deu perda total. Assim, Aizza teve de utilizar um motor que não era tão forte quanto o principal.

'Na sexta fiz o treino e fomos para a tomada de tempo. Só que acabei sendo atrapalhado nas minhas voltas rápidas e fiquei em oitavo, mas com uma diferença pequena para a terceira colocação, apenas dois décimos. Dava para ter largado mais à frente, o que me deixou realmente chateado', comentou Aizza, dono do kart #35.

'Quando fomos preparar o segundo motor para a bateria 1 no sábado, ele acabou estourando e assim perdemos mais um. Ou seja, tivemos que pegar um emprestado de um piloto da Super Sênior', relatou o piloto. 'Larguei bem na corrida 1, ganhei uma posição no começo e outras duas depois, para me manter em quinto lugar. Foi sofrido, mas é o que deu para fazer', explicou.

Na segunda corrida, a equipe de Pedro Aizza fez algumas mudanças, mas acabou piorando o rendimento. Após cair para sétimo na largada, o paranaense perdeu uma posição no fim depois de alguns adversários se enroscarem. 'Não foi uma boa corrida e tive que ficar na defensiva, porque eu não era tão competitivo', disse. 'Agora é hora de erguer a cabeça e pensar na próxima, com a confiança de que teremos um motor forte', finalizou.

Fonte: ZDL

  • Não há comentários cadastrados até o momento!