publicidade
29/10/2021 14:09

Campeonato Mundial tem pole brasileira pela segunda vez consecutiva na história


Foto: KSP Reportages

Gabriel Gomez


E o kartismo brasileiro – sim, esse mesmo que a FIA desrespeitou ao cancelar o Mundial aqui, levando-o para a Espanha – destacou-se mais uma vez no Campillos Kart Center, onde nesta sexta-feira (29) a pista foi aberta para a disputa do mais importante evento do nosso esporte no planeta, com a realização da tomada de tempos.

Pela segunda vez seguida a pole na principal categoria do Campeonato Mundial, a OK, é de um piloto brasileiro. Se em 2020, em Portugal, o paulista Matheus Morgatto foi o mais rápido na tomada de tempos, agora foi a vez do catarinense Gabriel Gomez garantir a primeira posição na largada de todas as provas classificatórias que disputará neste sábado na Espanha.

Gomez, que fez uma bela campanha no Open na semana passada ao vencer duas classificatórias, integrou o terceiro grupo de pilotos a ir à pista e cravou 59.391, seguido pelo também brasileiro Rafael Câmara – vice-campeão mundial da OK Junior em 2019 e vice-campeão europeu da OK em 2021 –, com 59.505, uma dobradinha brasileira no grupo.

Depois, Gomez – que está utilizando chassi CRG e equipamentos DTR Motorsport e IAME oficial – precisou torcer para que nenhum piloto do quarto e último grupo batesse seu tempo. O sueco Oscar Pedersen chegou muito perto, cravando uma volta apenas 10 milésimos mais lenta, mas ao fim de tudo o catarinense comemorava a maravilhosa conquista em uma tomada em que 63 dos 74 pilotos ficaram dentro de um segundo. Câmara, por sua vez, fechou a tomada com a 4ª posição.

A categoria OK tem 74 pilotos vindos de todas as partes do mundo e outros dois pilotos brasileiros estão na lista. Olin Galli, um dos maiores campeões da história do kartismo brasileiro, ficou com a 23ª posição geral, enquanto Matheus Morgatto – que teve problemas em sua sessão – aparece em 31º.

Mas o kartismo brasileiro não se destacou apenas na OK. Matheus Ferreira marcou a pole position em seu grupo e fechou a tomada de tempos da OK Junior com a quinta posição, apenas 66 milésimos de segundo mais lento que o pole position geral.

Miguel Costa ficou com a 16ª posição, 202 milésimos mais lento, enquanto Gabriel Moura – cuja experiência na Europa se resume à disputa do Open na semana passada – ficou com a 44ª posição depois de ter sido o 10º em seu grupo.

Heitor Dall´Agnol foi o 88º, Ethan Nobels o 90º e Mateus Callejas o 93º, com o detalhe de que o tempo de Callejas foi 842 milésimos mais lento que o estabelecido pelo pole position em uma tomada de tempos em que 99 pilotos ficaram dentro do mesmo segundo.

Fonte: Portal Kart Motor | Erno Drehmer

  • Não há comentários cadastrados até o momento!