publicidade
23/09/2018 12:09

Campeonato Mundial está encerrado na Suécia e teve piloto brasileiro no pódio


Foto: Flávio Quick

Felipe Massa, presidente da CIK, e Gabriel Bortoleto


Está encerrado mais um Campeonato Mundial. E mais uma vez temos um piloto brasileiro no pódio. Em 2015, depois de 17 anos de “jejum”, Caio Collet foi o terceiro colocado na KF Júnior, fato hoje repetido em Kristianstad, na Suécia, por Gabriel Bortoleto, que vem fazendo excelente temporada no kartismo europeu.

Gabriel Bortoleto fez um belo campeonato e, depois de vencer e obter ótimos resultados nas classificatórias, largou em 4º na Final da OK Júnior, que teve 113 inscritos, dos quais apenas 34 se classificaram para a última prova.

Competindo com chassis CRG, motor TM e pneus Vega – os pneus eram da mesma marca para toda a categoria –, Bortoleto fez uma bela Final, terminando em terceiro, a 1.283 do campeão, o francês Victor Bernier, e a 0.377 do vice, o italiano Gabriele Mini.

O Brasil teve mais três representantes na OK Júnior. Guilherme Figueiredo também fez uma bela campanha, muito semelhante à de Bortoleto. O sergipano venceu uma classificatória, obteve ótimos resultados nas outras, mas na última delas, com pneus slick na pista úmida, rodou na primeira volta. Figueiredo, que correu com chassi Republic e motor Parilla, largou em 17º e terminou em 12º.

Os outros dois brasileiros não conseguiram chegar à Final. Rafael Câmara classificou-se em 42º e Roberto Faria em 71º depois de resultados que variaram bastante nas classificatórias.

Recuperação na OK – O Brasil teve três pilotos na categoria OK – com 101 inscritos –, mas apenas um deles conseguiu chegar à Final, o carioca Olin Galli., que competiu com chassi CRG, motor Parilla e pneus Bridgestone, comum à todos os pilotos da categoria.

Depois de cinco classificatórias no Top 10 e uma em 24º, Galli largou em 30º na Final, que foi vencida pelo italiano Lorenzo Travisanuto. Com excelente recuperação, Olin Galli superou 21 concorrentes e recebeu a bandeirada final em 9º. O alemão Hannes Janker e o italiano Luigi Coluccio terminaram em 2º e 3º.

Victor Schoma e Nicolas Fliter também representaram o Brasil na categoria máxima do kartismo mundial. Sem obter os resultados desejados nas classificatórias, eles ficaram na 72º e na 90ª posição e não puderam prosseguir até a Final.

Fonte: Portal Kart Motor | Erno Drehmer

  • Não há comentários cadastrados até o momento!