publicidade
14/10/2021 15:18

Kartódromo San Marino completa 10 anos em outubro ajudando a difundir o kartismo na região de Campinas


Foto: Vagner Ferreira

O Kartódromo Internacional San Marino (KSM), localizado em Paulínia (SP), completa 10 anos neste mês de outubro ajudando a difundir o kartismo na região de Campinas, se consolidando cada vez mais como celeiro de pilotos campeões da modalidade e mantendo uma clientela cativa de pilotos profissionais e amadores, recebendo cerca de 82 mil pessoas anualmente para treinar em karts próprios ou praticar o esporte em karts de aluguel.

O complexo ainda é ponto turístico e opção de lazer na região metropolitana, mantendo entrada gratuita para quem deseja assistir os campeonatos realizados no circuito.

O piloto e chefe da Scuderia Marcelino, Carlos Marcelino, sediada no Kartódromo San Marino há 10 anos, que testemunhou a extinção do Kartódromo Municipal do Parque Taquaral em Campinas, em 1992, ressalta que a implementação do complexo em Paulínia representou a retomada do esporte para muitos praticantes.

“Quando abriu, todo mundo que estava ‘aguado’, sentindo falta do kartódromo de Campinas, passou a treinar e a usar o San Marino como a pista de todos os campineiros. E, daquele tempo para cá, nós conseguimos vários títulos.  O San Marino é um celeiro de campeões pela concentração de grandes equipes, o que gera ótimos pilotos e desenvolve uma competição interna, em primeiro lugar. Com a concorrência dentro de casa, o nível dos pilotos fica muito alto e isso se repete nos campeonatos oficiais”, atesta o piloto e chefe de equipe.

Até julho de 2021, são contabilizados 25 títulos de relevância nacional e internacional conquistados por pilotos que já treinaram, ainda treinam ou que hoje apenas atuam como treinadores no complexo, levando-se em conta campeonatos como o Brasileiro, a Copa Brasil e o Sul-Americano.

KSM ajuda a difundir o kartismo na região de Campinas – A difusão do kartismo é um dos principais atributos do Kartódromo Internacional San Marino, na opinião do gerente administrativo Bruno Contrucci, de 33 anos, praticante de kartismo amador e cliente do complexo.

“Sem dúvida, para mim, o aluguel de karts foi a porta de entrada para o esporte. Eu tinha muito problema de concentração e está sendo uma válvula de escape. Faz bem demais, é a clássica realização da criança em ser piloto”, revela.

Contrucci conta que começou a praticar o kartismo por meio do uso de kart de aluguel em 2020, mas que sua primeira experiência na modalidade ocorreu em 2019, no Kartódromo San Marino, numa confraternização. “A partir daí, a gente se envolveu cada vez mais no ambiente do kartismo e eu acabei influenciando meu irmão e meu pai também”, pontua.

Seu irmão, o estudante de 15 anos Matheus Contrucci, participa de três campeonatos de kart de aluguel e também corre com kart próprio na Copa F-Racers 2021, um dos campeonatos sediados no San Marino.

Ao todo, 43 competições têm o complexo como sede, algumas desde que o kartódromo foi inaugurado, em outubro de 2011, outras recém-chegadas.

Infraestrutura – O Fanatici Kart foi o primeiro campeonato a ser realizado e a manter competições mensais desde o início do funcionamento do Kartódromo Internacional San Marino, em Paulínia (SP), em outubro de 2011. A competição começou há 11 anos, em 2010, mas se consolidou no San Marino por meio de um grupo de amigos apaixonados pelo esporte, que utilizam karts próprios.

Um dos idealizadores do Fanatici, Gino Tincani, ressalta o apoio que os pilotos do campeonato têm recebido do complexo, desde o início, quando vieram apenas para conhecer a nova pista.

“Foram dez anos maravilhosos. Logo no primeiro mês nós viemos para fazer uma etapa, para ver como funcionava. Desde o início fomos super bem acolhidos, o grupo todo, e já vimos que aqui seria o nosso futuro, a nossa casa. Hoje nós temos um espaço maior, estamos com 30 karts, e nos sentimos em casa”, conta.

A pista é totalmente iluminada, permitindo a pilotagem noturna, e equipada com torre de cronometragem e placar eletrônico. Os pilotos ainda têm à disposição uma sala de equipamentos, recepção informatizada, sala de briefing multimídia e vestiários masculinos e femininos com chuveiros.

Da estrutura interna ainda fazem parte uma varanda de 500 m², com vista panorâmica para a pista, e o restaurante Orion, com opções de almoço, lanches e aperitivos. O espaço tem capacidade para receber até 1.500 pessoas e também é preparado para sediar confraternizações, aniversários e outros eventos particulares.

Os visitantes ainda contam com um estacionamento para 200 veículos, gratuito, e, para os pilotos, há uma ambulância com socorrista à disposição durante todo o horário de funcionamento.

Fonte: Práxis Mídia

  • Não há comentários cadastrados até o momento!