publicidade
24/04/2019 14:49

Gabriel Bortoleto encerra a primeira etapa do Europeu na sexta posição


Foto: Divulgação

No último domingo, dia 21, chegou ao fim a primeira rodada do Campeonato Europeu. A competição, uma das mais importantes e tradicionais do mundo, reuniu mais de 150 pilotos no Kartódromo de Angerville, na França. A primeira das quatro rodadas duplas foi aberta para as categorias OK e OK Junior, que na pista mostrou toda a força e representatividade na nova geração de pilotos do automobilismo mundial.

Competindo pela categoria OK, a principal do kartismo internacional, o jovem brasileiro Gabriel Bortoleto (Americanet | CRG) mostrou mais uma vez porque tem sido apontado como um dos mais promissores competidores de sua geração. Competindo pela equipe de fábrica de uma das principais indústrias do kartismo mundial, o piloto encerrou a competição na sexta colocação sendo, além disso, o mais bem classificado com os chassis CRG.

A participação de Bortoleto foi iniciada com os treinos livres ainda na quinta-feira. Com muita dedicação o piloto de 14 anos se empenhou bastante no ajuste de cada detalhe de seu kart, bem como, do forte motor IAME que impulsiona o seu equipamento. Sob os olhos do presidente Giancarlo Tinini, Gabriel esteve sempre entre os mais velozes nas sessões livres e, com isso, seguiu confiante para a tomada de tempos. Nessa sessão, que definiu as posições de largada para todas as classificatórias, o piloto de São Paulo garantiu a 12ª posição entre os 66 inscritos de sua classe.

Na primeira classificatória, que reuniu os grupos CxF, Gabriel terminou em terceiro com direito à volta mais rápida da prova. No embate AxF ele foi o segundo. Infelizmente, devido e um leve toque na bateria BxF, o bico do kart de Bortoleto se soltou fazendo-o terminar a prova em 15º. Na bateria DxF ele voltou à sua posição original, terminando em quarto e, finalmente, na disputa ExF ele ficou em terceiro. Assim, com 27 pontos perdidos, Bortoleto seguiu para a final na nona colocação.

Transmitida em streaming para todo o mundo, a final da categoria OK foi emocionante. Em uma corrida de 26 voltas, os pilotos puderam mostrar toda a sua garra e velocidade em uma das pistas mais difíceis da Europa. Gabriel, em uma prova inteligente, conseguiu recuperar três posições ao longo da prova e, com isso, recebeu a bandeirada na sexta colocação.

Posso dizer que começamos bem no Campeonato Europeu. Nosso kart estava rápido e bastante confiável. Consegui ir bem nas classificatórias e se não fosse aquela bateria que meu bico se soltou, certamente eu teria brigado pelo pódio na final. Vamos seguir trabalhando pela melhora em nossos chassis e vamos com boas expectativas para a segunda etapa”, analisou o piloto da Americanet.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

  • Não há comentários cadastrados até o momento!