publicidade
11/11/2021 11:43

CKS Racing fecha temporada da Granja Viana com a conquista de quatro títulos


Foto: Darkside Karts

Maurício Lobato


No último sábado (6) foi realizada a rodada decisiva da Copa São Paulo no Kartódromo Granja Viana para definir os campeões da temporada.

A equipe CKS Racing foi à pista com oito pilotos. Mauricio Lobato e Luís Sousa competiram na KZ e Six Speed, Eduardo Violante e André Sousa pela Shifter Rok, Samuel Bento na F4 Light, Lucas Capelossi na F4 Júnior, Yuri Alves na DD2 Master e Peter Silva na Pró 500 Light.

Na KZ e Six Speed Luis Sousa cravou a pole position e chegou em terceiro na primeira bateria, mas não completou a segunda. Sousa fechou o ano com o vice-campeonato na categoria Six Speed. Mauricio Lobato largou em segundo e venceu as  duas baterias, conquistando o título nas duas categorias. Em um ano dominante, Lobato venceu 12 vezes em 14 provas e foi segundo lugar nas outras duas.

Na Shifter Rok, Eduardo Violante e André Sousa foram os representantes da CKS. Edu cravou o segundo tempo na tomada e Sousa foi o quarto colocado. Os dois abandonaram a primeira prova com problemas, mas fizeram uma excelente prova de recuperação na segunda bateria: largando do final do pelotão, André finalizou em segundo e Edu em terceiro.

Lucas Capelossi, que competiu na F4 Júnior Rookie, conquistou o quinto lugar na tomada de tempo. Precisando marcar pontos para garantir o título, o piloto fez duas excelentes provas, mostrando um ritmo forte e garantindo um terceiro e um quinto lugar, fechando a temporada como campeão em sua categoria.

Com 26 karts na pista e seu recorde de inscritos no ano, a F4 teve a participação do estreante Samuel Bento, que tem apenas seis meses de kart. Bento fez uma excelente estreia, marcou bons tempos durante a semana e mostrou que vem forte no campeonato do próximo ano.

Na categoria DD2, Yuri Alves foi o terceiro colocado na tomada de tempos, mas teve problemas e não completou a primeira prova. Na segunda, ele finalizou na terceira posição.

Peter Silva fez um ano impecável na Pró 500 e “levou o caneco para casa” na última etapa, desta vez em uma corrida com três horas de duração. Peter contou com ajuda do piloto Henrique Morbi e em uma prova extremamente mental, quando precisava apenas marcar pontos para garantir o título, os dois fizeram um trabalho impecável e garantiram a 4ª posição para comemorar a conquista.

“Agradecemos a todos os pilotos por confiarem em nosso trabalho e por fazermos parte destas conquistas”, disse Yuri Alves, da CKS Racing. “Voltaremos mais fortes e em busca de novas vitórias e títulos em 2022”, finalizou.

Fonte: CKS Racing

  • Não há comentários cadastrados até o momento!