publicidade
21/02/2005 08:50

Felipe Polehtto deu azar na chuvosa prova de abertura do Paulista Light


O piloto carioca Felipe Polehtto (Allatere Racing/ Ogi Telecom/ RBC/ Birel/ Beta) teve um dia para esquecer, na prova que abriu a temporada 2005 do Campeonato Paulista Light RBC de Kart, no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, região da Grande São Paulo.
 
Apontado como um dos favoritos da prova, o piloto oficial da fabrica de chassis Birel e da empresa mineira de preparação de motores - e uma das organizadoras do certame -, a RBC, começou o sábado (19/02) com o motor de seu micromonoposto quebrado, logo ao iniciar a 2ª volta do treino de aquecimento – warm-up – da categoria Sprinter A, a principal categoria do campeonato. Com a necessária substituição do propulsor viu-se, por força do regulamento, penalizado em cinco posições na grelha de partida, sendo relegado à 9ª posição do partidor.
 
Na largada, realizada sob forte chuva, Polehtto mostrou porque foi o campeão da categoria em 2003, pulando para a 4ª posição e atacando o 3º colocado da prova. Todavia, ao ultrapassar o concorrente levou um “toque” involuntário, saindo da pista a caindo para a última posição.
 
Guerreiro, iniciou brilhante recuperação na prova em condições adversas, mostrando grande habilidade em pista molhada, mas, novamente, ao ultrapassar o 5º colocado da prova, na 4ª passagem das 22 destinadas à prova, levou nova “panca” e foi alijado da prova.
 
“Foi um dia para esquecer”, disse Felipe Polehtto ao retornar aos boxes. “Meu kart estava perfeito e eu estava muito rápido na pista escorregadia, mas por esses azares naturais de corridas, fui atingido duas vezes por meus concorrentes. Na segunda panca, o piloto que estava ultrapassando rodou e seu pára-choques deu bem na minha roda, que acabou quebrando e causando meu abandono”, esclareceu o representante da Allatere Racing / Ogi Telecom / RBC / Birel / Beta.
 
“Foi uma pena. Estávamos bastante competitivos e o Polehtto muito rápido na chuva. Acredito que tínhamos condição de dar trabalho ao Leite, mas corridas são assim mesmo. Fica para a próxima”, analisou Alberto Allatere, preparador do chassis de Felipe Polehtto.
 
A vitória da prova foi da Eduardo Leite, com soberba atuação na pista em condições adversas, seguido por Douglas Hiar e Adilson Franchi Jr.
 
Confira o resultado final da Sprinter A:
 
1 Eduardo Leite, com 25 voltas em 22m57s372
2 Douglas Hiar, a 12s118
3 Adilson Franchi, a 31s357
4 Nathan Silva, a 34s244
5 Pedro Nunes, a 41s248
6 Victor Correa Filho, a 41s408
7 Gabriel Tojal, a 46s841
8 Vinicius Quadros, a 48s165
9 Tales Dias, a 1 volta
10 Thiago Barros, a 3s537
11 Vinicius Chiconello, a 20s925
12 Darcy Dian Jr., a 22s326
13 Felipe Polehtto (Allatere Racing/ Ogi Telecom/ RBC/ Birel/ Beta), a 1 voltas

Fonte: Planet Kart Marketing Esportivo - Cláudio Reis

  • Não há comentários cadastrados até o momento!