publicidade
19/10/2018 18:11

V11 Kart venceu e conquistou dois títulos na 20ª edição da Copa Brasil


Foto: Divulgação

Pilotos e a equipe V11 Kart em reunião de performance


A V11 Kart esteve presente no Kartódromo RBC, em Vespasiano (MG), para a disputa da Copa Brasil, com três pilotos. Representando o time foram à pista Paulo Willermann, pela F4 Sênior; Paulo Sant´Anna, pela F4 Super Sênior; e José Augusto Dias, pela Super Sênior Master.

Desde terça, durante os treinos, foram feitos diversos ajustes a fim de testar o melhor acerto para o desempenho dos karts. “Chegamos a ‘tomar’ cerca de meio segundo por volta, algo impensado para obter um resultado satisfatório”, conta Vinícius Escarlate, da V11. “Por isso, dia a dia fomos evoluindo no desempenho de todos os pilotos e aos poucos fomos ficando mais perto da briga pela ponta”, emendou.

Paulo Willermann, em sua primeira competição fora do Mato Grosso, sem nem mesmo ter sentado no equipamento, que foi locado para essa competição, brigou intensamente nas provas e tomou apenas 2 décimos da melhor volta na final, mostrando seu grande potencial e capacidade de adaptação. “Tenho certeza de que brigará por muitos títulos conosco”, aposta Vinícius Escarlate, proprietário da V11 Kart.

José Augusto Dias, que no Campeonato Brasileiro liderava a Final quando recebeu um toque de um concorrente e abandonou, fez jus ao que já havia acelerado na temporada. Vencedor de duas das três provas, sagrou-se campeão da Copa Brasil com ampla vantagem para o segundo colocado. “Ele já foi campeão paulista e bicampeão do Light e já merecia esse título há muito tempo”, comemora Escarlate.

Paulo Sant´Anna, o terceiro piloto da V11 na Copa Brasil, já passou por poucas e boas no kart. Em dezembro de 2015, durante uma prova do Light, Paulo abandonou uma prova para ir direto ao hospital: ele estava enfartando e acabou por colocar três stents no seu coração. A partir de outubro de 2016, retornou aos treinos, fez belo Brasileiro no Beto Carrero, chegou a estar em 2º na Final e terminou no pódio, em 5º. Mas, em agosto, no Light, Sant’Anna capotou na Aldeia da Serra, quebrou as duas clavículas e perdeu a ponta de seu dedo indicador.

O piloto paulista já havia desistido do esporte, mas a paixão por ele foi maior e Sant’Anna retornou, participando do Campeonato Brasileiro deste ano na Granja Viana, onde sempre esteve entre os três primeiros nos treinos e na tomada de tempos. Mas com outra batida em que voou do kart, teve que se recuperar até a prova final, conquistando mais um pódio após largar em 15º na final.

Mas na Copa Brasil ele mostrou toda a sua força. Demorou para ter um kart competitivo, o que o fez largar da 7ª posição. Após cair para P11, foi atacando os adversários com cautela, um a um, se aproximando dos líderes, sendo campeão com direito a melhor volta da prova. Sant’Anna é mais um campeão com a V11, é mais um campeão fora das pistas.

“Me orgulha muito fazer o que gosto, que é trabalhar com o kartismo, alimentado pelas competições e pela incessante busca por títulos. Nem sempre conseguimos, mas estamos sempre trabalhando duro para isso, por nossos pilotos, pelas vitórias”, emociona-se Vinícius Escarlate.

Fonte: V11

  • 19/10/2018 19:57 Carlos escarlate

    Parabéns a todos!