publicidade
17/10/2019 09:49

Rafael Baggio, chefe da Ramos Racing, exalta feitos e título da equipe na Copa Brasil


Foto: Gilmar Rose

Flaviano Ramos


Campeã da Copa Brasil com Flaviano Ramos na categoria F4 Sênior, a Ramos Racing – através de seu chefe de equipe Rafael Baggio faz uma análise de toda a semana em que foi vitoriosa na 21ª edição do evento, disputada no Kartódromo Beto Carrero. Confira.

Tentar descrever todos os acontecimentos da última semana se resume em uma única palavra: 'surreal'. Trabalhamos e nos dedicamos muito ao longo da temporada para estarmos bem preparados para a Copa Brasil deste ano, a maior da história entre as 21 edições do evento. Filtramos muito todos os problemas que tivemos ao longo do ano e isso é o mais importante, superá-los e não errar novamente.

O que vivemos e presenciamos nesta última semana com equipe Ramos Racing no Kartódromo Beto Carrero levaremos para sempre na memória: companheirismo, união, persistência e muita vontade de superar obstáculos que pareciam ser insuperáveis.

Na sexta-feira, na primeira classificatória da F4 Sênior, Flaviano Ramos, após um toque na traseira, se envolveu em forte acidente que causou a perda do chassi número 1 do piloto. Largando em 16º na Final, precisávamos estabelecer aquele algo a mais e uma boa estratégia de corrida seria bem-vinda para poder brigar pelas primeiras posições.

De sexta para sábado uma parte do time, os mecânicos Wardomiro Selenko e Lima, trabalhou na reconstrução do chassi novo de Flaviano para a Final, trabalho impecável. Outra parte da equipe ficou responsável pelas análises dos dados colhidos ao longo da semana, formando assim a estratégia de corrida com coach Diego Ramos, Rafa Baggio e os pilotos da Ramos Racing.

Nossa referência foi sempre Allan Ramos, que esteve muito rápido em toda a competição, fato este que lhe colocou em 1º no grid da grande final. Criamos uma base com a pista em alta temperatura que funcionaria para a sábado. Allan, que liderou grande parte da final, perdeu rendimento nas voltas finais e foi superado pelo companheiro Flaviano Ramos, que em apenas 6 voltas largando de trás, já brigava pela liderança da prova, levando seu chassi Thunder a conquista de um título inédito e de muito orgulho para a Ramos Racing.

“Eu não tenho palavras para expressar o que estou sentindo nesse momento, é muita emoção, sou abençoado por ter este time de pessoas comigo, é inacreditável o que fizemos”, disse Flaviano Ramos.

'Estudar o que cada um é capaz de fazer para que o outro produza mais, no caso de nossos pilotos, é extrair o melhor que possuem. Sabíamos que cuidar dos pneus devido à alta temperatura e grip da pista faria a grande diferença em ritmo de corrida e nós acertamos em cheio”, revelou Rafa Baggio, chefe da equipe Ramos Racing. “Obrigado a todos da fábrica Thunder Technology por todo apoio e por acreditar em nosso trabalho. Somos todos vencedores nessa conquista”, finalizou.

Fonte: Ramos Racing

  • Não há comentários cadastrados até o momento!