publicidade
30/08/2019 10:45

Com participação de João Pedro Maia e aval da CBA, F4 anuncia pré-calendário no Brasil


Foto: Divulgação

Fórmula 4 na Itália


A Fórmula 4 recebeu o aval da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) para a realização de provas no Brasil. A competição já conta com o piloto João Pedro Maia, de 14 anos, o primeiro a ser confirmado no grid. O campeonato da categoria de base mais importante do mundo será realizado no país em 2020, seguindo o regulamento internacional e valendo pontos para a obtenção da superlicença da Fórmula 1.

O acordo foi firmado entre a CBA e a F/Promo Racing, empresa que já organiza as competições de Fórmula Vee no Brasil. João Pedro Maia é o atual líder do Campeonato Paulista de FVee, disputado em Interlagos, e da Copa ECPA, em Piracicaba. Entre vários títulos conquistados, o jovem piloto tem em seu currículo o Sul-Americano e o Sul-Brasileiro de 2018.

A Fórmula 4 é a principal porta de entrada para pilotos que almejam seguir carreira em monopostos em todo o mundo, e o primeiro passo para quem quer chegar à Fórmula 1”, afirma Waldner Bernardo de Oliveira, presidente da CBA. “É uma grande oportunidade para os jovens pilotos do kart e para quem quer começar a carreira nas pistas, e com a vantagem de não ter que deixar o país para isso. A CBA apoia iniciativas que possibilitem o surgimento de novos talentos no automobilismo brasileiro”, completou.

Para João Pedro Maia, a Fórmula 4 no Brasil representa o início do sonho de chegar à Fórmula 1. “Esse é o desejo de todos os jovens, como eu, que amam o automobilismo e buscam uma carreira no esporte”, diz o garoto de Campinas. “Ainda é muito cedo para saber se eu terei condições de chegar à F1, mas agora temos no Brasil uma categoria para dar este passo inicial. Estou muito confiante e animado para a primeira temporada da Fórmula 4 aqui”, continuou.

Junto com o aval para a sua primeira temporada, a Fórmula 4 anuncia também o pré-calendário para o próximo ano. Serão oito etapas, com provas em Interlagos, Velo Città (SP), Goiânia (GO) e Velopark (RS). Cada etapa terá três corridas cada, seguindo modelo e regulamento adotados no exterior pela F4. As datas previstas são:

1ª etapa: 24 a 26 de abril, em Interlagos (SP)
2ª etapa: 22 a 24 de maio, em Goiânia (GO)
3ª etapa: 19 a 20 de junho, no Velopark (RS)
4ª etapa: 10 a 12 de julho, no Velo Città (SP)
5ª etapa: 14 a 16 de agosto, em Goiânia (GO)
6ª etapa: 18 a 20 de setembro, no Velo Città (SP)
7ª etapa: 23 a 25 de outubro, no Velopark (RS)
8ª etapa: novembro, em Interlagos (SP), em data a ser definida, com possibilidade de ser preliminar da Fórmula 1, como acontece em outros países.

Além do apoio da CBA, a Fórmula 4 Brasil terá homologação da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para a pontuação dos pilotos na superlicença da Fórmula 1. Para isso, os carros serão importados, dentro das especificações exigidas pela FIA. O campeão leva 12 pontos na superlicença. São necessários 40 pontos em três anos para obter o documento.

 “A Fórmula 4 no Brasil terá carros na versão 2020, com o que há de mais moderno na categoria, e será ainda mais barata do que na Europa ou nos EUA”, afirma Andrey Valério, diretor -esportivo F/Promo Racing. “O piloto brasileiro terá aqui as mesmas condições que encontraria lá fora, por um preço mais baixo e ainda com a mesma pontuação na superlicença”, acrescentou.

A F4 também já está em negociações para a transmissão das provas no Brasil, além de tentar colocar uma etapa na preliminar do GP Brasil de Fórmula 1, como acontece em outros países. “Tivemos um ótimo retorno de emissoras de TV interessadas em mostrar as corridas, o que mostra que este é um campeonato muito atrativo, não só para o público, que quer conhecer a nova geração, como para os pilotos, que terão visibilidade para seus apoiadores”, diz Flávio Menezes, diretor da F/Promo Racing.

Para mais informações sobre a Fórmula 4 no Brasil, acesse o site www.f4brazil.com.br

Pontuação para a superlicença FIA na Fórmula 4:
Campeão: 12 pontos
Vice-campeão: 10 pontos
Terceiro colocado: 7 pontos
Quarto colocado: 5 pontos
Quinto colocado: 3 pontos
Sexto colocado: 2 pontos
Sétimo colocado: 1 ponto

Características técnicas da Fórmula 4:
Chassis: Monobloco em fibra de carbono homologado pela FIA.
Motor: 4 cilindros, homologado pela FIA por fabricantes como Fiat, Ford, Honda e Renault, com no máximo 160 CV.
Suspensão: Dianteira e traseira com braços triangulares com pushroads, com ajuste de barra estabilizadora.
Segurança: Padrões FIA. Estrutura dianteira e traseira para absorção de impacto, laterais antiperfurantes, assento removível, encosto de cabeça, cabo de aço prendendo as rodas e coluna de direção retrátil com o impacto.
Medidas do carro : 4467 x 1738 x 958 mm
Rodas dianteiras: 8’’ x 13’’
Rodas traseiras: 10’’ x 13’’
Pneus: Fabricante de acordo com a escolha do campeonato.

Fonte: Fernando Santos

  • Não há comentários cadastrados até o momento!