publicidade
29/12/2020 19:55

Bravar conquistou títulos e foi destaque entre as marcas de chassi no Campeonato Brasileiro


Foto: Gilmar Rose / Darkside Karts

Matheus Morgatto, Júnior Pinto, Euvaldo Luz e Theo Salomão (sentido horário)


Dona de 20% dos pódios, cinco poles, três títulos e mais de 20 vitórias ao longo das provas classificatórias e finais, a Bravar / Birel Art foi destaque entre as fabricantes de chassi no 55º Campeonato Brasileiro de Kart. A principal competição do kartismo no Brasil foi disputada entre os dias 7 e 19 de dezembro no Kartódromo Speed Park, em Birigui (SP), e contou com mais de 440 inscrições.

Um dos principais resultados da fabricante, vencedora do maior número de provas na segunda fase do Brasileiro (13 em 48), foi nas categorias de base do kartismo brasileiro, a Mirim e a Cadete. Campeã na Cadete com o piloto Theo Salomão, a Bravar dominou o pódio da categoria e viu Christian Mosimann terminar em 3º, Gabriel Ribeiro em 4º e Matheus Fortunato em 5º. Na Mirim, João Paulo Bonadiman foi o vice e Enzo Macedo o terceiro.

A Bravar se destacou também na Super Sênior e na Super Sênior Master, categorias que dominou amplamente e conquistou o título de forma invicta. Com quatro vitórias em quatro corridas, a fabricante de chassis levou o título com Júnior Pinto na Super Sênior e com Euvaldo Luz na Super Sênior Master. Júnior Oliveira foi o terceiro na Super Sênior, enquanto Munir Aboissa (3º) e Doglas Pierosan (4º) garantiram a maioria de chassis Bravar no pódio da Super Sênior Master.

Matheus Morgatto (3º) na OK CIK, Alfredinho Ibiapina (3º) na Júnior Menor, Felipe Tozzo (4º) e Marco Rezek (5º) na Novatos; Eduardo Violante (3º) na KZ Sênior, Tiago Barrancos (4º) na Sênior B e Ernandes Onassis (3º) na F4 Super Sênior também levaram a Bravar / Birel Art ao pódio no Kartódromo Speed Park.

“Tivemos uma performance muito positiva durante todo campeonato em diversas categorias. Marcamos cinco poles, conquistamos três títulos e fomos uma das marcas mais presentes no pódio do Brasileiro e a que mais venceu corridas na segunda fase”, conta Onassis, responsável técnico das marcas. “Tivemos chances de conquistar mais, porém alguns problemas técnicos nos tiraram alguns títulos, como o do Matheus Morgatto na Graduados A e na OK Internacional, e outros grandes resultados em várias categorias. Foi um bom Brasileiro para nossas marcas, porém, ficamos um pouco decepcionados, porque mostramos durante treinos e corridas que tínhamos performance para ganhar mais campeonatos. Agora é focar na próxima temporada e melhorar ainda mais em busca de grandes resultados. Quero agradecer aos pilotos, pais e equipes que confiaram em nosso trabalho e aos nossos parceiros e colaboradores pelos momentos ruins e bons que passamos juntos, porque não está sendo fácil atravessar essa pandemia. Desejo a todos um excelente 2021, repleto de saúde e vitórias”, finalizou.

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!