publicidade
05/08/2019 09:27

João Matos encerrou seu primeiro Brasileiro de Graduados no Top 6


Foto: Bruno Gorski

João Matos (7)


No último dia 27 chegou ao fim a 54ª edição do Campeonato Brasileiro. A principal disputa da modalidade no Brasil teve 414 competidores e contou ao todo com 19 categorias. Com 16 anos, o piloto mineiro João Matos (Verde Campo | Sicoob | MGM | Grupo Banminas | Academia Turner Prime) defendeu as cores da equipe MZ Racing na categoria Graduados na segunda fase e na categoria Codasur, na primeira.

Vindo de uma carreira em que começou bem mais tarde que a maioria de seus concorrentes, Matos entrou para o kartismo já na Júnior Menor, tendo pulado assim a sua participação nas classes Mirim e Cadete. Muito dedicado e aplicado às instruções dos profissionais com quem trabalha, João cresceu muito na sua forma de pilotagem nos últimos anos, e em outubro do ano passado chegou ao ápice de sua participação na categoria Júnior ao conquistar o título da Copa Brasil de Kart.

Por força da idade, em 2019 João Matos foi promovido à categoria Graduados, divisão top do kartismo em nível nacional. Nesta classe, que tem seus karts equipados com motores preparados, o piloto tem aprendido muito ao longo do ano. Com orientações de Dennis Dirani (coach), Mazinho Oliveira (chefe de equipe) e Dudu Dieter, preparador dos motores, o jovem piloto tem competido mensalmente nas provas da Copa São Paulo Light e no último mês, no Campeonato Brasileiro, que conseguiu grande destaque.

Matos participou da primeira fase na categoria Codasur, como uma espécie de treino de luxo para as disputas da Graduados. Nesta fase inicial ele dividiu a pista contra 35 concorrentes e com rendimento crescente a cada entrada na pista, mostrou que tinha grande potencial. Na última e decisiva bateria da Codasur, após largar de 31º em virtude de uma batida na Pré-final, o piloto superou 17 adversários para receber a bandeirada no 14º lugar.

Já nas disputas da Graduados, na segunda fase, João mais uma vez mostrou todo o seu potencial de reação. Após se classificar em 18º na tomada de tempos, o mineiro levantou a cabeça e em corridas agressivas e muito técnicas, superou 12 concorrentes para finalizar em 6º na sua primeira participação entre os Graduados.

Posso dizer que tive diferentes emoções neste Brasileiro. Fui crescendo a cada entrada na pista, aprendendo com as pessoas que estão ao meu lado e, porque não dizer, também com meus concorrentes. Pouco a pouco fui me adaptando à pista e apenas por uma posição não fui ao pódio em meu primeiro Brasileiro de Graduados. Estou melhorando a minha forma de pilotar a cada dia e tenho certeza que estarei ainda mais competitivo nas provas deste segundo semestre”, finalizou o jovem de Belo Horizonte.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

  • Não há comentários cadastrados até o momento!