publicidade
14/12/2020 16:32

Firás Fahs considera positiva sua participação no 55º Campeonato Brasileiro


Foto: Bruno Gorski

Firás Fahs


Com o 17º lugar na categoria Júnior Menor, Firás Fahs considerou boa sua participação no Campeonato Brasileiro. A final da primeira fase foi disputada no último sábado no Kartódromo Speed Park, em Birigui, interior de São Paulo.

Representando Foz do Iguaçu, Firás explica que o ponto positivo é saber que o equipamento da equipe Cellshop / SOS Proteção estava competitivo. Durante todos os treinos ele andou entre os cinco mais rápidos, mas a escolha errada do acerto para o treino classificatório o tirou do grupo daqueles que brigaram pelo título.

“No geral foi bom porque estávamos competitivos. Larguei em 15º e nas classificatórias, com poucas voltas e queimas de largada, que diminuíam o número de voltas, ficou difícil buscar posições. Na segunda classificatória, levei um toque, que me fez rodar e cair para 23º. Na final, meu motor apagou na largada e tive que sair atrasado. Ao contrário das largadas das classificatórias, o diretor de prova não esperou e sai no fim do pelotão. Ele deveria ter abortado a largada, como fez nas classificatórias. Fui rápido e de 28º na largada, cheguei em 17º”, frisa Firás.

Firás também destaca que em um ano complicado, com a pandemia de Covid-19 atrapalhando a preparação e estreando em uma nova categoria, o resultado foi bom porque sabe que foi competitivo. “Fiz cinco ou seis corridas este ano. Os adversários fizeram 20. Agora é torcer que venha a vacina, que as condições de saúde melhorem e que possamos fazer a preparação ideal para o próximo ano”, frisa Firás.

O título da categoria Júnior Menor foi conquistado pelo mineiro Luca Neuenschwander.

Fonte: Luiz Aparecido

  • Não há comentários cadastrados até o momento!