publicidade
22/01/2018 14:11

Categorias OK, Codasur e Codasur Júnior terão classificatórias para definir quem correrá o Brasileiro


Foto: CBA

A temporada 2018 do kartismo nacional ainda não começou nas pistas, porém nos bastidores está a todo vapor. Após a divulgação do Regulamento Nacional de Kart (RNK), bem como dos equipamentos que chegam como novidades para este ano, nesta manhã a Comissão Nacional de Kart determinou que algumas categorias do Brasileiro somente poderão receber pilotos que passarem por provas classificatórias.

Foram criadas a partir da publicação do RNK as categorias CODASUR, CODASUR JÚNIOR e OK. Exatamente para estas classes é que acontecerão as provas classificatórias em competições estaduais ou regionais para que, desta forma, seja composto o grid máximo de 36 competidores por categoria.

“Criamos uma fórmula interna na CBA onde, baseado no número de cédulas emitidas em 2017, cada federação terá direito a um número específico de vagas para cada categoria. As federações deverão informar para a CNK até o dia 31 de maio quais foram os pilotos classificados. As competições serão determinadas por cada uma das federações que certamente irão receber mais competidores com interesse em conquistar as cobiçadas vagas”, comentou Pedro Sereno, presidente da Comissão Nacional de Kart.

De acordo com o levantamento feito pela CBA as vagas para cada uma das três categorias serão assim distribuídas:

FASP (LIGHT), FASP (GRANJA), FPrA, FGA, FAUESC, FAERJ e SUL-BRASILEIRO: 3 vagas em cada categoria

FADF, FPEA, FMA, FAEM, FAEP e FAUGO: 2 vagas em cada categoria

FAEMT, FSA e FAB: 1 vaga em cada categoria.

Este formato foi criado pela CBA de forma a tornar mais justa a participação dos pilotos nestas categorias que terão limitados em 36 o seu número de pilotos. Nestas três classes os campeões brasileiros receberão como prêmio a participação gratuita no Campeonato Mundial de Kart CIK/FIA, prova que será realizada entre os dias 20 e 23 de setembro na Suécia.

Além disso, conforme determinado pela CODASUR, o Brasil terá direito a 10 vagas por categoria no Campeonato Sul-Americano. Estas dez vagas serão direcionadas exatamente para os dez primeiros colocados no Campeonato Brasileiro.

Por fim, conforme anunciado no lançamento destas três categorias, existirão importantes benefícios para os competidores destas classes. O grupo de empresas formado pela IAME (Itália), MG Pneus e RBC Motorsport irá fornecer os motores para CODASUR e CODASUR JÚNIOR, por meio do sistema de sorteio GRATUITO. As vantagens incluem ainda o fornecimento GRATUITO de dois jogos de pneus do tipo slick para as corridas e, ainda, um jogo de pneus de chuva (este último, caso não seja utilizado, deverá ser devolvido para o representante MG Pneus nos eventos).

Já na categoria OK os pilotos deverão desembolsar pelo aluguel dos motores o valor subsidiado de R$ 1.300,00. Também nesta classe os pilotos irão receber de forma gratuita dois jogos de pneus do tipo slick para as corridas e, ainda, um jogo de pneus de chuva (este último, caso não seja utilizado, deverá ser devolvido para o representante MG Pneus nos eventos).

“Estamos vivendo um momento ímpar de crescimento do kartismo e, principalmente, valorização dos nossos pilotos. Entramos em contato com todas as federações que, de forma unânime, aprovaram este sistema de classificação de pilotos. Estou certo que, neste sentido, teremos em julho um Brasileiro forte e, sobretudo, muito representativo”, encerrou Waldner Bernardo, o Dadai, Presidente da CBA.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

publicidade
  • Não há comentários cadastrados até o momento!