publicidade
23/12/2020 07:14

Barra e coluna de direção tortas impediram Alfredinho Ibiapina de brigar por pódio na Codasur Júnior


Foto: Eni Alves

Alfredinho Ibiapina


A segunda fase do 55º Campeonato Brasileiro serviu de grande experiência para o piloto Alfredinho Ibiapina (Orcali). Integrando a Codasur Júnior, o piloto paranaense conquistou a pole position para as classificatórias, fez boas provas, mas um toque entortou a barra e coluna de direção do kart na primeira volta da corrida final, impedindo a disputa por uma posição no pódio.

“É muito difícil manter a posição com a barra e coluna de direção tortas. Depois do toque que sofri no início da final eu senti o kart diferente, pesado, e por mais que eu tentasse, não conseguia avançar. Só soubemos dos problemas depois que a corrida terminou. Primeiro, fiquei muito chateado, mas depois de conversar com a equipe e com outros colegas, entendi que foi uma experiência sensacional. No grid, muitos eram da categoria Júnior, uma graduação a mais que a minha, Júnior Menor. Pilotos feras, com vários títulos, com muita experiência e que eu sempre admirei a guiada”, declarou o piloto.

Mesmo com o problema no kart, Alfredinho Ibiapina caiu para a 13ª posição após o toque na largada e cruzou a linha de chegada em 9º no grid formado por 24 pilotos. “2021 está aí, e que nós tenhamos um ano novo com muita saúde e vitórias. Agradeço a todos que torceram por mim, agradeço o trabalho maravilhoso da minha equipe A8 Racing, do telemetrista Jeison Teixeira, agradeço os meus pais Alfredo e Iana, amigos, e ao meu patrocinador Orcali, por acreditarem no meu potencial”, concluiu.

Fonte: Eni Alves

  • Não há comentários cadastrados até o momento!