publicidade
14/05/2019 15:07

Kamikazy Sports fez a estreia da terceira edição da categoria Gold no Velopark


Foto: Paulo Machado

Após o início da temporada 2019 da Kamikazy Sports, no dia 10 de março, e um hiato dentro do calendário de provas do maior campeonato de kart indoor do sul do Brasil, o último dia 5 de maio marcou a largada para terceira edição da categoria, que reúne a elite do kartismo gaúcho, denominada de Kamikazy Gold.

Após ter o seu início adiado no mês de abril, os principais kartistas do Rio Grande do Sul e pilotos de fora do estado, como também campeões de diversas categorias do automobilismo, retornaram a pista no traçado de 1500m do Kartódromo Velopark. Com disputas intensas e ultrapassagens de tirar o fôlego, as feras do kartismo não decepcionaram o público que prestigiou a primeira etapa da categoria em 2019.

Em um grid que contou com 32 pilotos dos mais altos níveis de pilotagem, quem levou a melhor foi o piloto caxiense Luiz Sena Júnior, que travou um belo duelo com piloto Thiago Messias até as voltas finais. Completando o pódio, Christian Castro, Rodrigo Piccoli, seguido pelo campeão da primeira edição da Kamikazy Gold, Claudio de Moraes.

Sucesso em 2018, a Kamikazy Gold, que teve as duas primeiras edições no último ano, já consagrou os pilotos Cláudio de Moraes como primeiro campeão e Felipe Leite como atual vencedor da categoria. Felipe e Cláudio acumulam diversas conquistas dentro do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além de campeonatos nacionais e internacionais.

Com um regulamento diferenciado em relação as outras categorias promovidas pela Kamikazy Sports, a Gold inova detalhes pouco comuns em campeonatos de kart indoor. Como a competição com a frota nova da Metalmoro, com seu sistema de largada lançada, sendo realizada em fila dupla, procedimento que é comum nas categorias do automobilismo norte-americano como a Nascar e a Fórmula Indy e com a inversão de grid.

Além disso, ao final de cada temporada é oferecido aos campeões premiações relevantes: troféus de alto padrão, macacão personalizado ao campeão, troféus para os cinco primeiros colocados em cada etapa e na primeira etapa, um kit com camisa exclusiva, fotografia, card de benefícios e uma bala-clava personalizada da categoria.

Dando sequência no calendário de provas do mesmo dia, na parte da tarde foi a vez da categoria leve, denominada de Light. Com 66 pilotos, é dividia em duas baterias distintas em sorteio realizado ao vivo nas vésperas da prova. Os pilotos disputam cada ponto com muito vigor, entusiasmo e estratégia individual. Desta vez, o vencedor da bateria A foi o experiente piloto Gustavo Hoppen, seguido pelo piloto Eduardo Pereira, Daniel Vanigli, George Krug e João Valdez.

A bateria B foi vencida mais uma vez pelo líder isolado da categoria, o piloto Marcelo Taparello, seguido de Jean Renz, Sandro Eschberger, Laerton Souza (atual campeão da categoria) e André Mediote. Uma das categorias mais disputadas do estado, a Light 2019 promete muita emoção até o final, visto que a diferença de pontuação entre os pilotos é muito pequena e qualquer tropeço pode mudar o resultado final.

Por fim, prejudicada por conta de um temporal no final da tarde com chuva torrencial, a categoria First Class foi cancelada em meio ao “qualify” e terá a sequência do calendário de prova também marcado para o dia 26 de maio.

No último dia 26 de abril aconteceu também a segunda etapa das categorias Team e XL, que encararam um domingo de tempo imprevisível no Velopark, o que deu muito trabalho aos pilotos na busca do melhor resultado.

Ao final da segunda etapa, a liderança no campeonato por equipes da Kamikazy Team ficou com a equipe UniRacing Team, formada pelos pilotos Adriano Carboni, Fabio Lammel e Douglas Goulart, com onze pontos de vantagem da atual campeã Torgs Racing, dos pilotos Fábio Benassi, William Schroeder e Guilherme Orestes.

A terceira posição ficou com a equipe Piccoli Competições, que é formada pelos pilotos Nicola Guerrieri, Christian Castro e Rodrigo Piccoli. Seguido por Adriano Carboni (atual campeão individual), Laerton Souza (atual campeão da Light), William Schroder e Fábio Lammel.

No mesmo dia também esteve na pista a categoria pesados, denominada de XL, que após uma disputa intensa deu a vitória ao piloto Tiago Prezzi, levando a melhor nos metros finais sobre o atual líder da categoria, o piloto Fábio Benassi. Seguido pelos pilotos Leandro Carvalho, Vinicius Araújo e Douglas Goulart.

A categoria, que por conta do período de chuvas no mês de abril foi adiada, retorna a pista ainda no mês de maio para a sua segunda etapa, marcada para o dia 26 de maio no Velopark.

Fonte: Flávio Bandeira

  • Não há comentários cadastrados até o momento!