publicidade
04/10/2018 10:11

Volta da categoria B às 500 Milhas KGV poderá premiar até 18 equipes no pódio


Foto: Fabrício Vasconcelos

Prova mais tradicional do kartismo brasileiro, a 500 Milhas terá o retorno da categoria B na edição deste ano, que acontecerá em 2 de dezembro no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). Com a chegada desta categoria e a permanência da Light, a competição terá três pódios (Geral, B e Light), com até 18 equipes diferentes podendo ser premiadas após o término da corrida de longa duração.

'Nós tivemos a ideia de retornar com a categoria B após conversarmos bastante com várias equipes e pilotos participantes das 500 Milhas. Como o nível da competição está cada vez mais alto, essa é uma ótima maneira de premiarmos o trabalho de várias equipes após quase 12 horas de corrida', diz Felipe Giaffone, que é um dos organizadores das 500 Milhas.

Os karts que vão participar da categoria B serão definidos ainda no classificatório. As equipes que ficarem do 21º lugar para trás no grid estarão automaticamente nesta categoria. Elas somente saem da B se terminarem a corrida entre os seis primeiros na geral, já que os competidores não podem ser premiados simultaneamente nessas duas categorias.

Além da volta da categoria B, a organização das 500 Milhas também oficializou a modificação do nome da categoria 'Thunder Light' para somente 'Light'. Essa classe terá 20 karts e tem como objetivo beneficiar os pilotos amadores com um pacote completo e acessível, já incluindo jogos de pneus, gasolina extra para os treinos livres, um chassi alugado e outras vantagens, como aluguel do motor, de um eixo e mão de obra inclusa.

'As 500 Milhas tradicionalmente têm pilotos de grande história no automobilismo que participaram ou ainda competem na Fórmula 1, Indy, Stock Car, Fórmula 2, Copa Truck e F3. A ideia da Light é de justamente aproximar os pilotos amadores desses pilotos consagrados com uma prova de alto nível. As 20 vagas que nós abrimos para esta edição da Light foram esgotadas ainda no começo do ano, então isso mostra o sucesso da categoria que criamos no ano passado. Os pilotos da Light ainda podem ser premiados se chegarem entre os seis primeiros na geral', diz Giaffone.

As 500 Milhas tradicionalmente contam com a participação de grandes nomes do automobilismo mundial, como Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Christian Fittipaldi, Felipe Giaffone, Hélio Castroneves, Nelsinho Piquet, Lucas Di Grassi e outros pilotos que já fizeram história na competição.

As inscrições para a 22ª edição das 500 Milhas seguem abertas e o primeiro lote limitado de ingressos segue à venda.

Fonte: RF1

  • Não há comentários cadastrados até o momento!