publicidade

Olá galera, hoje vou escrever um pouco sobre um assunto muito importante para todos os pilotos.

Escrito por Bruna Tomaselli
A catarinense Bruna Tomaselli compete na USF2000 e integra o Programa Road To Indy buscando chegar à categoria máxima do automobilismo nos Estados Unidos, a Fórmula Indy.

Aposto que muitos estão pensando na forma mais rápida de fazer uma curva, ou qual é a melhor posição dentro de um carro de corrida, mas o que vou escrever hoje é sobre a preparação física.

Muitas vezes o fato de ser o mais rápido não significa que você irá ganhar uma corrida, além disso você precisa estar bem preparado para aguentar e ser constante, ou seja, rápido em todas as voltas, até o final de uma corrida. O que a maioria das pessoas que não são do meio pensam é que é só sentar e acelerar, mas, pelo contrário, ser piloto exige uma preparação física onde não basta apenas ser forte, o piloto deve ser resistente.

Eu faço academia desde quando competia de kart, na categoria Cadete. Ou seja, antes dos meus 10 anos de idade. É claro que a preparação de antes era diferente da que eu preciso agora, mas isso quer dizer que, independentemente da idade, o piloto precisa se preparar. Principalmente em corridas de fórmula ou carros de turismo, onde as corridas são mais longas, a preparação deve ser feita em cima do que você precisa para deixar seu corpo preparado para o que irá enfrentar em uma corrida. Além de musculação, longos treinos aeróbicos são os ideais: corridas e bike são os mais praticados entre nós pilotos. E não deve deixar de fora uma alimentação equilibrada, já que seu corpo depende também disso. É como o piloto e o carro.

Um exemplo é Ayrton Senna, que depois de sentir muito cansaço nas primeiras corridas de Fórmula 1, começou a treinar, em média, 4 horas por dia, o que, junto com o seu talento, o levou a ser o maior piloto da história.

No GP Da Austrália de Fórmula 1, realizado em 2017, foi relatado que Lewis Hamilton teve 6,5g de força na curva 11 do circuito de Melbourne. Apesar de não apresentar, inicialmente, riscos à saúde, esse número mostra a força que um piloto deve fazer dentro de um carro e os motivos que nos levam a nos prepararmos tanto.

Força, resistência, inteligência e técnica são os principais pontos positivos que um piloto deve ter para ser o mais rápido. Portanto, se você já é piloto, tem técnica, mas sente que ainda falta um pouco para aguentar o carro que está em suas mãos, prepare-se! Procure o auxílio de um profissional e eleve o nível de sua preparação física.